Tamanho do texto

A bebê tem nevo melanocítico congênito, que é em mancha escura na pele

A brasileira Carolina Fenner vive na Flórida, nos Estados Unidos, há sete anos. No início do mês, mais precisamente no dia 7 de março, ela deu à luz Luna Tavares Fenner e descobriu que o bebê é portador de uma doença rara.

Leia também: Pais cuidam de bebê 10 dias após sua morte

undefined
Reprodução/Instagram
Luna Tavares Fenner nasceu com uma doença rara na pele e a mãe decidiu conscientizar pessoas para diminuir preconceito


A doença rara é nevo melanocítico congênito – pintas escuras formadas pelo acúmulo anormal de melanócitos – e em Luna a mancha cobre quase todo o seu rosto. Esta condição afeta apenas 1% dos recém-nascidos.

Carolina relatou, por meio do Instagram, como foi o nascimento da filha. “Foram 48 horas de trabalho de parto! E então... a surpresa! Tinha algo diferente no rostinho e todos naquele quarto estavam chocados! O médico disse que era uma mancha de nascença, mas ele não sabia da existência do ‘nevo melanocitico congênito’”, escreveu.

Leia também: Mães resumem a hora do parto em um GIF

Página no Instagram para falar da doença rara

undefined
Reprodução/Instagram
A página "Luna Tavares Fenner", no Instagram, tem mais de 7 mil seguidores e mobiliza diversas pessoas pelo mundo


Para diminuir o preconceito e conscientizar as pessoas sobre a doença rara, Carolina criou a página “ Luna Tavares Fenner ” na rede social. Ela contou que a iniciativa também levou em conta o possível abalo na autoestima da menina no futuro e o bullying que poderia sofrer na escola.

O Instagram de Luna tem mais de 7 mil seguidores e muitos internautas se comovem com as mensagens publicadas por lá. Prova disso é que diversas pessoas ao redor do mundo estão pintando o rosto para fazer uma mancha parecida com a do bebê como forma de solidariedade.

View this post on Instagram

🇺🇸 => I got home very chubby and cute, but Mom's milk was decreasing 🐄 mainly because of stress... so I lost weight and I'm not that chubby anymore! Although this loss is normal in the beginning, I have to be very strong for surgeries that are coming soon 💪🏼 And mommy continues on the ‘almost impossible mission’ to try to make the most milk possible 😅 I hope she can, because I really like her milk 🥰 🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄 🐄🐄🐄 🇧🇷 => Eu cheguei em casa bem gordinha e fofinha, mas o leite da mamãe foi diminuindo 🐄 principalmente por causa de estress, por isso já perdi peso e não estou tão gordinha! Embora seja normal essa perda no começo, tenho que estar muito forte pras cirurgias que virão logo 💪🏼 Então minha mamãe continua na missão quase impossivel de tentar tirar o máximo de leite possível 😅 espero que ela consiga, pois eu gosto muito do leitinho dela 🥰 #nevus #somostodosluna #nevusoutreach #birthmark #selfesteem #caringmattersnow #rareskincondition #harvard #bareyourbirthmark #mrelbank #breastfeeding #mom #love #ellendegeneres #steveharvey #caldeiraodohuck #lucianohuck #michelleobama

A post shared by 🥰 Luna Tavares Fenner 🥰 (@luna.love.hope) on


“Não temos palavras para descrever toda nossa gratidão. E eu quero que o mundo inteiro saiba mais sobre Nevus e, principalmente, aprenda a não agir com indiferença ou com preconceito só porque acha que alguma coisa ‘não é normal’ no seu ponto de vista”, disse a mãe, Carolina, que administra a página.

Leia também: Surpresa! Mulher só descobre gravidez na hora do parto

A família vai investir na cirurgia para reduzir os riscos da doença rara se tornar um tipo de câncer maligno. Os procedimentos, porém, ultrapassam a marca de US$ 500 mil e muitos tratamentos são realizados em outros estados. Pensando nisso, a ela criou uma campanha online para mobilização social e arrecadação de fundos.

    Leia tudo sobre: Instagram