Tamanho do texto

Ela deixa o bebê sem nome por alguns dias até decidir qual o melhor para ele

Saber como escolher o nome do bebê não é uma tarefa simples para os pais. Enquanto alguns vão pela afinidade e gosto pessoal, outros recorrem à numerologia e aos astros. Recentemente, Kim Kardashian revelou qual técnica usa para escolher o nome de seus filhos.

Leia também: Como escolher o nome do seu filho?

Kim Kardashian
Reprodução/Instagram
Saber como escolher o nome de um filho não é fácil, mas Kim Kardashian revelou uma técnica útil para ajudar os pais

Em breve, o quarto filho da influenciadora, que está sendo gerado por uma barriga de aluguel, vai nascer e a mãe pretende chamá-lo de Rob, em homenagem a seu irmão. No entanto, ainda não é certo. Como escolher o nome do bebê não é fácil, Kim prefere primeiro observar o comportamento do bebê e perceber qual nome mais se conecta com ele.

Leia também: Os significados dos nomes

Como escolher o nome do bebê?

Kim Kardashian e família
Reprodução/Instagram
Kim Kardashian deixa o bebê sem nome por alguns dias até perceber qual a melhor forma de chamá-lo de acordo com o seu comportamento

“Geralmente, é depois que o bebê nasce. Ficamos tentando descobrir como ele é. Eu costumo deixar o bebê sem nome por três ou quatro dias até sentir com qual ele realmente se conecta”, fala em entrevista ao programa “Jimmy Kimmel Live”.

Apesar de querer homenagear o irmão, Kim Kardashian acha que o nome do novo filho pode não combinar com o dos irmãos. “Eu estava realmente pensando em apenas dar a ele o nome de Rob, mas aí ficaria North, Saint, Chicago e Rob, não combina muito”, fala. “Estava pensando sobre isso, mas gosto de Rob West”, completa.

Leia também: Saiba os nomes de bebês que mais fizeram sucesso em 2018

Kim não é a única da família que usa essa técnica. Sua irmã, Kourtney, fala que faz o mesmo para escolher o nome do filho . “Eu fiz isso por uma semana da última vez. Reign se chamou Preston por um dia inteiro. Eu sabia que em minha alma seu nome era Reign. E Scott não acreditou em mim”, fala.

“E eu fiquei tipo: ‘Não. Sei que o nome dele é Reign. E ele disse: ‘O nome dele é Preston’. Então, tudo bem, vamos chamá-lo assim por um dia, mas não funcionou”, completa sobre a técnica de como escolher o nome do bebê.