Tamanho do texto

Mãe busca fotógrafa para fazer clique e “honrar o vínculo entre os gêmeos”

Lidar com a morte de um filho não é nada fácil. Para Heather Bowman, não foi diferente. Após anos tentando engravidar com tratamentos de reprodução assistida, a mãe solo enfrentou a morte de um bebê gêmeo que esperava.

Leia também: Ensaio fotográfico mostra bebê ao lado das cinzas de irmão gêmeo

Para celebrar o laço entre irmãos, fotógrafa faz registro sensível de bebê gêmeo que sobreviveu e emociona internautas
Jessica Young
Para celebrar o laço entre irmãos, fotógrafa faz registro sensível de bebê gêmeo que sobreviveu e emociona internautas

Para ter uma lembrança do seu filho James, Heather procurou a fotógrafa Jessica Young para fazer um registro da sua filha, Leti, e a representação do bebê gêmeo , que foi feita com um cobertor azul. O registro sensível foi compartilhado no Instagram de Jessica e rendeu comentários emocionados.

“Quando Jessica colocou Leti em seu lugar, tudo o que ela pôde fazer foi olhar para onde seu irmão estaria. Eu não pude deixar de sentir que ele estava deitado lá, deixando-a saber que ele estaria sempre com ela. Ela sorriu algumas vezes enquanto olhava em sua direção”, fala Heather ao site “Popsugar” .

Leia também: Ensaio emocionante registra gêmeos que teriam pouco tempo de vida juntos

Heather também conta sobre a jornada que enfrentou até chegar ao momento da foto. Ela fala que aos 36 anos ainda era solteira, mas tinha firme o sonho do ser mãe. No entanto, ela não estava disposta a abrir mão desse sonho pelo fato de ainda não ter encontrado um marido.

Foi aí que ela começou a sua jornada com a reprodução assistida. Em 2017, sofreu um aborto espontâneo e, alguns meses depois, engravidou de gêmeos, mas perdeu na 16ª semana de gestação.

 Após vários testes, os médicos descobriram que Heather faz parte de 1% da população feminina que tem uma malformação uterina, em que a mulher nasce apenas com metade do útero, ovário e trompa de falópio.

“O diagnóstico foi assustador para mim, mas meu especialista estava absolutamente confiante de que eu poderia gerar um bebê”, fala.

Leia também: Gêmeos encantam em foto com irmãs que também são gêmeas

A gestação e a morte do bebê gêmeo

Após uma série de tentativas para engravidar, mãe solo fica grávida de dois, mas um bebê gêmeo não sobrevive à gestação
shutterstock
Após uma série de tentativas para engravidar, mãe solo fica grávida de dois, mas um bebê gêmeo não sobrevive à gestação

Um tempo depois do diagnóstico, ela passou por uma fertilização in vitro e descobriu que estava grávida de um casal de gêmeos . No entanto, em um ultrassom na 17ª semana de gestação, os médicos não conseguiram identificar o batimento cardíaco do menino.

“Eu tive que ser forte em relação à minha dor para ser positiva com minha filha, para que ela aguentasse tudo e ficasse bem”, diz.

Em fevereiro de 2019, Heather deu à luz gêmeos, apesar de apenas a garotinha estar viva. Foi aí que ela decidiu chamar a fotógrafa Jessica para “honrar o vínculo entre os gêmeos”. Hoje, ela tem a lembrança do bebê gêmeo que morreu. “Eu vou amar esta foto para sempre”, diz.