Tamanho do texto

Após dar a luz, atriz publica imagem em que aparece com o corpo semelhante ao que tinha antes de engravidar e seguidores a criticam: "Não é a realidade"

Assim como acontece com qualquer celebridade na gravidez, desde que anunciou a gestação, os holofotes se voltaram ainda mais para a atriz Isis Valverde. Após dar à luz a Rael, no dia 19 de novembro, Isis  compartilhou uma foto no Instagram na quarta-feira (28) que gerou repercussão e chamou a atenção para um assunto bastante sério: como a pressão estética não deixa nenhum tipo de mulher de fora, ainda mais se ela for mãe.

Foto de Isis Valverde após a gravidez gera críticas de seguidores nas redes sociais
Reprodução/Instagram
Foto de Isis Valverde após a gravidez gera críticas de seguidores nas redes sociais

Na imagem, Isis exibe um corpo semelhante ao que tinha antes da gravidez , com poucos sinais de inchaço e maquiada. Apesar de muitos comentários positivos de fãs sobre a condição física da atriz, bastou poucos minutos para que ela fosse criticada por diversos de seus seguidores.

"Vai curtir seu filho ao invés de ficar postando foto todos os dias... O padrão de qualquer mulher que tem filho não é ficar mostrando que em menos de uma semana já não tem mais barriga e que a vida é simples assim. A gente sabe que a realidade não é essa", disse um usuário da rede social.

"Essa não é a realidade das mães no puerpério. Você é mãe de novela", afirmou outro. "Está mais preocupada em mostrar a boa forma", comentou. Incomodada, a celebridade respondeu: "Estou trabalhando se você não percebeu! Faço campanha de calçados e como parceira de garota-propaganda de marca tenho um contrato a cumprir. Não posso mais postar foto minha porque tive filho? Gente, que loucura!".

Visualizar esta foto no Instagram.

🤟🏻🧟‍♀️❤️ #madrugamodeon

Uma publicação compartilhada por isis valverde (@isisvalverde) em


Pressão estética na gravidez

Durante a gravidez, é comum mulheres se sentirem mal comparando o corpo com o de outras grávidas
shutterstock
Durante a gravidez, é comum mulheres se sentirem mal comparando o corpo com o de outras grávidas

Com o aumento da exposição das pessoas nas redes sociais, a pressão estética parece afetar cada vez mais as mulheres. Basta abrir o aplicativo do Instagram e rolar o feed para se deparar com corpos iguais aos de Isis: esbeltos, sem rugas, celulites, estrias ou qualquer outro tipo de marca. É a perfeição jogada na cara a cada atualização do aplicativo.

No caso das grávidas, que além de lidarem com as alterações hormonais, anseios e dúvidas sobre suas atitudes como mães, ainda precisam enfrentar medos relacionados ao futuro do próprio corpo no pós-parto, que corre riscos de ter a pele, o tamanho dos seios, a estrutura óssea e outras tantas características alteradas.

“Muitas mulheres se cobram o tempo todo para atingir a perfeição do corpo. Na gravidez, com a alteração da estrutura corporal na maioria das mães, a dificuldade de aceitação do corpo é ainda maior”, afirma o psicólogo, doutor em neurociência do comportamento Yuri Busin, diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental - Equilíbrio (CASME).

Para o especialista, essa autocobrança causada pela pressão estética é perigosa, e não afeta somente a autoestima , mas também a saúde da mulher - e até do bebê. “A partir daí, é possível desenvolver depressão pós-parto, por exemplo, prejudicando tanto a mãe, quanto a criança, que recebe os efeitos de tudo que se passa com a progenitora.”

Leia também: Maternidade real: "Eu amo meu filho, mas a maternidade..."

Em casos assim, o ideal é buscar um acompanhamento psicológico. “Quando o sofrimento se torna muito forte, a tristeza é constante, há dificuldade de aceitação, perda de prazer, autocobrança excessiva e comentários frequentes de pessoas ao redor, é o momento de buscar ajuda de um profissional para uma avaliação.”

Ao mesmo passo que o contato com mulheres que aparentam estar vivendo a maternidade “perfeita” cresce, principalmente com a ajuda das redes sociais, a discussão para desconstruir a necessidade de atingir esse padrão imposto também toma corpo.

Alguns perfis, como da youtuber Helen Ramos, do “Hel Mother”, e o da fotógrafa Maria Emilia Dinat, da página no Instagram “maria.dinat”, mostram cenas da maternidade real, e encorajam outras mulheres a refletirem sobre auto aceitação e amor próprio mesmo depois de terem filhos.

Maternidade sem culpa e sem padrões

Mayra Cardi também foi criticada por postar uma foto na academia pouco tempo depois da gravidez
Reprodução/Instagram
Mayra Cardi também foi criticada por postar uma foto na academia pouco tempo depois da gravidez

Além de Isis Valverde , quem também foi criticada nesta semana por estar “fazendo exercícios ao invés de ficar com a filha”, foi a life coach Mayra Cardi, que teve a segunda filha há pouco mais de um mês. 

Ao publicar uma fotografia em que aparece com roupas de ginástica, perto de aparelhos de academia, a empresária escreveu: “Voltando à velha rotina”. Muitos seguidores reprovaram a atitude.

Visualizar esta foto no Instagram.

Voltando a velha rotina ❤️💪🏻🍀💗

Uma publicação compartilhada por Mayra Cardi (@mayracardi) em

Busin ressalta que não há nenhum mal em a mulher querer reservar um tempo para si depois de se tornar mãe. “É extremamente importante que seja reservado, dentro da nova dinâmica do dia a dia da mãe, um tempo para ela. Mesmo com toda a dificuldade de adaptação, é importante que a mulher tenha esse momento para cuidar de si”, recomenda.

“Claro que, respeitando sempre os limites e regras indicados pelos médicos que as acompanham, quanto melhor a mulher estiver, melhor o bebê também estará”, completa.

A maternidade não deve ser um sinônimo de anulação para a mulher como indivíduo, mas também é preciso que haja compreensão das mudanças que essa etapa da vida gera em cada mulher.

Leia também: Amamentação e exercícios físicos combinam? Educadora física orienta

Não existe fórmula secreta. Está tudo bem se você foi mãe e não atingiu o tipo de corpo que havia idealizado, e tudo bem também se você quis voltar para a academia após a gravidez porque estava com saudade do seu corpo antigo.  O importante é se sentir bem consigo mesma.

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.