Ser mãe não é simples, principalmente nos primeiros meses de vida da criança. E Jaime Sloan, 34 anos, sargento da aeronáutica e mãe de dois filhos, mostrou muito bem como a  maternidade é se desdobrar em mil ao usar uma bombinha de tirar leite durante uma prova de triatlo.

undefined
Divulgação/Ironman
Atleta, mãe de dois, usa bombinha de tirar leite durante corrida de 21,1 km em competição de triatlo

Jaime participou do Ironman 70,3 Arizona, um triatlo de meia distância, e chamou a atenção de todos ao usar uma bombinha de tirar leite para ordenhar para o seu filho de 7 meses durante a prova. A “super-mãe” foi tema de noticiários de diversos países ao correr enquanto usava o acessório.

A competição é longa e envolve 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21,1 km de corrida. Por isso, antes de começar a prova, a mãe havia planejado fazer uma pausa entre o ciclismo e a corrida para usar a bombinha . Porém, ela percebeu que havia a chance de bater seu recorde pessoal e resolver fazer a ordenha assim mesmo, enquanto corria.

"Eu sabia que bateria meu recorde pessoal porque fiz o trecho de bicicleta em uma velocidade realmente incrível e o percurso nadando foi decente", diz em entrevista à "People". “Peguei minha bomba portátil e decidi seguir em frente. Estava fazendo um bom tempo e não queria parar”, completa.

Bombinha de tirar leite durante a prova

undefined
Acervo pessoal
Mãe de duas crianças, Jaime Sloan compartilhou como conseguiu conciliar trabalho, treinos e maternidade

Jaime conta que precisou se esforçar bastante para conseguir fazer o leite fluir, correr e carregar o equipamento ao mesmo tempo. “Tive um pouco de trabalho com a bomba manual e minhas pernas estavam muito cansadas. Mas uma vez que peguei o jeito, consegui correr embora estivesse indo muito devagar. Provas de Ironman têm uma política em que você não pode pegar nada nem entregar para um espectador, então tive que correr todo o percurso com o leite e o equipamento”, conta.

Apesar da dificuldade, a mãe conseguiu completar o circuito em seis horas e 12 minutos, batendo seu recorde pessoal. Jaime ainda conta que não foi simples conciliar treinos, trabalho e dois filhos. “Perdi muito sono. Corria de manhã ou andava de bicicleta depois de levar as crianças para a creche. Acabei encontrando uma maneira de fazer com que funcionasse”, fala.

Após a prova, a repercussão sobre o uso da bombinha de tirar leite durante a corrida  começou e chamou a atenção da mãe. “Estou achando muito legal as mensagens que tenho recebido de pessoas que se sentiram encorajadas pela minha atitude não apenas a fazer um triathlon, mas continuar sua jornada de amamentação ou enfrentar qualquer desafio em seu caminho. Tudo é possível”, finaliza.

    Veja Também

      Mostrar mais