Tamanho do texto

“A parte mais difícil é que era muito fácil prevenir esta situação", diz mãe após bebê de 17 meses morrer dormindo na cadeirinha de bebê. Entenda

Há três anos a norte-americana Lisa Smith perdeu sua filha de 17 meses em um trágico acidente envolvendo uma cadeirinha de bebê. Hoje, ela faz um importante alerta aos pais e mães do mundo todo sobre o uso do acessório.

Leia também: 11 erros comuns sobre a segurança do bebê

Mãe faz alerta sobre o uso da cadeirinha de bebê após sua filha de 17 meses morrer ao dormir no acessório
shutterstock
Mãe faz alerta sobre o uso da cadeirinha de bebê após sua filha de 17 meses morrer ao dormir no acessório

Em junho de 2015, Lisa recebeu a pior ligação que alguém poderia receber. Sua filha Mia foi deixada cochilando na cadeirinha de bebê e, por conta disso, faleceu de asfixia mecânica e postural.

 “Ela era a nossa linda pequena menina. Perfeitamente saudável em todos os sentidos,” disse ela ao site USA’s Today. “Mas quando eles vieram e nos disseram que ela não tinha mais atividade cerebral, tudo que eu consegui fazer foi olhar para o médico e dizer, ‘Eu sei.’”

Três anos depois do ocorrido, Lisa se sente mais forte para falar sobre o que aconteceu e usa o caso da sua filha para alertar outros pais e mães na esperança de impedir que o uso errado do acessório cause uma tragédia como essa. 

“A parte mais difícil é que era muito fácil prevenir esta situação,” fala. “Nós perdemos a nossa filha desnecessariamente. Nenhuma família merece isso”, completa.

Cuidado ao usar a cadeirinha de bebê

Médica explica que cadeirinha de bebê deve ser usada exclusivamente para o transporte de crianças no carro
shutterstock
Médica explica que cadeirinha de bebê deve ser usada exclusivamente para o transporte de crianças no carro

Em entrevista ao NBC News, a médica Natalie Azar explica que a asfixia postural acontece quando a posição em que o bebê está dormindo impede que ele respire de forma adequada, como ocorre quando a criança dorme na cadeirinha .

“Quando a cadeirinha está no carro, ela fica reclinada a 45 graus”, explica. “Isso permite que a cabeça e o pescoço do bebê fiquem levemente para trás, sem que se desloquem para a frente e bloqueiem as vias respiratórias”. No entanto, a cadeirinha não é o lugar mais adequado para os bebês dormirem.

“A maioria dos pais escuta que eles não devem acordar um bebê dormindo, mas se ele dormir na cadeirinha do carro , é preciso transferi-los para um lugar mais seguro, como um colchão firme ou um berço”, explica Natalie.

“O mais importante de se lembrar aos pais e cuidadores é que a cadeirinha de bebê foi desenvolvida, projetada e testadas para usos específicos”, completa. Desse modo, permitir que a criança durma enquanto está na cadeirinha pode colocar a vida dela em risco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.