Tamanho do texto

Chinesa teve a primeira filha de parto normal, mas parou de sentir dor e cerca de 48 depois ela fez uma cesariana para tirar os outros dois bebês

Na maioria dos casos, trigêmeos fazem aniversário no mesmo dia, mas na China aconteceu um caso curioso. Na véspera de Natal, a mãe dos bebês – que estava com apenas 30 semanas de gestação – começou a sentir contrações, foi ao hospital e deu a luz a uma menina, porém as dores pararam e a chinesa esperou mais dois dias para as outras duas crianças nascerem.

Leia também: Após quatro filhos, mãe tenta última gestação e fica grávida de três

Trigêmeos nascem com dias dias de diferença, porque após primeiro parto mãe parou de sentir contrações
Reprodução/Daily Mail
Trigêmeos nascem com dias dias de diferença, porque após primeiro parto mãe parou de sentir contrações


A chinesa já tem uma filha de 11 anos, mas ela e o marido queriam ter mais um bebê. Começaram a planejar e fazer tratamentos, e nesse período Li descobriu que as trompas estavam bloqueadas dificultando sua tentativa de engravidar. Então, resolveu optar por uma fertilização in vitro e foi um sucesso. A gravidez dos trigêmeos foi tranquila, só o parto que foi complicado.

Mais tempo na barriga 

De acordo com informações do portal britânico “Daily Mail”, tudo aconteceu porque a mãe, identificada apenas como Li, simplesmente parou de sentir contrações depois que um dos trigêmeos nasceu de parto normal – uma menina, que veio ao mundo na madrugada do dia 25 com apenas 1,451 kg.

Leia também: Após um menino e, depois, gêmeos, mãe descobre gravidez de mais três 

Depois do nascimento, os profissionais decidiram deixar os outros dois bebês mais um tempo dentro da barriga e o médico Gao Yan, do Hospital de Maternidade e Saúde Infantil de Sichuan, explica o motivo: “Os bebês tinham apenas 30 semanas e eram prematuros. Como a condição da mãe e do bebê era estável, os outros bebês deveriam ficar dentro do útero para crescer um pouco mais”.

Hora de nascer

Após dois dias, os médicos perceberam que as dores não voltaram e como a frequência cardíaca dos pequenos na barriga estava instável, decidiram fazer uma cesariana. Os outros dois prematuros vieram ao mundo pesando 1,300 kg e 1,150 kg. Os três bebês precisaram ficar em incubadoras por terem nascido antes da hora, mas os médicos garantem que todos estão em condição estável.

Leia também: Mãe de 47 anos continua a amamentar trigêmeos de 5 anos

O caso não é nada comum, até os profissionais que trabalharam no parto ficaram impressionados com esse fato raro envolvendo os trigêmeos. “Trabalho como médico há 22 anos. Nunca vi nada assim antes”, finaliza Yan.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.