Tamanho do texto

“Minhas três garotas são a melhor inspiração para mim”, afirma a mãe

Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) indicam que entre 10 a 20% das mulheres sofrem de depressão pós-parto em todo o mundo. Esse é o caso de Juca Csíkos Andrásné, 27 anos, da Hungria. Mãe de três, ela encontrou uma forma saudável e divertida de enfrentar a doença: fazendo exercícios físicos na companhia das filhas.

Leia também: Depressão na gravidez é tão comum quanto no pós-parto

Mãe da Hungria enfrenta depressão pós-parto fazendo exercícios físicos na companhia das três filhas
Reprodução/Instagram
Mãe da Hungria enfrenta depressão pós-parto fazendo exercícios físicos na companhia das três filhas

Em entrevista ao site “Daily Mail”, Juca conta que a  depressão pós-parto  começou na primeira gravidez, quando deu à luz gêmeas. “Fiquei muito deprimida. Era a minha primeira gravidez, não tinha ajuda nenhuma e tinha apenas 24 anos”, diz. Enfrentar a doença não foi fácil, mas com a ajuda do marido ela passou a buscar algo que a motivasse e a ajudasse sair daquela situação.

Na tentativa de driblar a depressão, quando as meninas completaram sete meses de vida, ela começou a praticar ioga em casa. Aos poucos, Juca foi se sentindo melhor e passou a praticar outros exercícios na companhia dos bebês.

Leia também: Ensaio fotográfico encoraja mulheres a amarem o corpo no pós-parto

Juca faz exercícios físicos na companhia das filhas para se manter saudável
Reprodução/Instagram
Juca faz exercícios físicos na companhia das filhas para se manter saudável

Três anos mais tarde ela engravidou pela segunda vez e deu à luz mais uma menina. Para evitar que a depressão a atingisse novamente, a mãe continuou praticando os exercícios. “Minhas três garotas são a melhor inspiração para mim”, revela. 

Atualmente ela tem uma rotina de praticar exercícios três vezes por semana durante trinta minutos e como as gêmeas estão mais velhas, elas também fazem parte da atividade. Enquanto Juca faz os movimentos com pesos e materiais próprios para os exercícios, as pequenas imitam a mãe, fazendo a atividade com bonecas e acessórios adaptados. Em alguns casos, as próprias filhas funcionam como o peso da mãe. “As gêmeas até me perguntam qual o exercício do dia”, diz.

🚼 19l water bottle recycling workout 1.1 🚼 --------------------------------------------------------- Egy újabb mókás jelenet és bizonyíték arra, hogy "újrahasznosíthatjuk" a háztartásunkban fellelhető tárgyakat és beépíthetjük azokat az edzéseinkbe, mindamellett hogy a gyerekek is részt vesznek a mókában 😉 Szinte mindennek örülnek a gyerekek, ami nem kimondottan gyerekjáték ☺ Amíg Dorka egy emelettel alattunk, csendben pihent, mi ilyen módon múlattuk az időt 👌🏼💪🏼 Jó szórakozást a vizes ballonokkal 👍🏼A következő videóban már hasizom erősítő ötletekkel is találkozhattok ;) ----------------------------------------------------- 🎶 Iyaz - Replay (Danley remix) ----------------------------------------------------- #persistentchallenge #week2

A post shared by Juca Csíkos (@active_mum_life) on


Inspiração para outras mães

Os vídeos da mãe com as filhas são sucesso nas redes sociais. Em sua conta no Instagram, que soma mais de 71 mil seguidores, Juca compartilha sua rotina de exercícios e faz publicações com o objetivo de inspirar outras mães que estão procurando uma forma de se exercitar.

Leia também: Exercícios no pós-parto aliviam dores e dão mais conforto para as mães

Ela diz que quer mostrar a outras mulheres que é possível se exercitar em casa. Juca reconhece a importância de suas publicações para ajudar outras mães a enfrentarem a depressão pós-parto e as dificuldades da maternidade. Além da atividade física, o auxílio de profissionais especializados é essencial para curar a depressão. 


    Leia tudo sobre: gravidez

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.