Tamanho do texto

Os livros devem ser adequados para a realidade de compreensão da criança. Veja quais são os gêneros mais indicados para cada faixa etária

O hábito da leitura deve ser incentivado desde as primeiras semanas de vida da criança. Além de um momento de aproximação entre pais e filhos, a leitura ajuda a desenvolver e formar as primeiras referências da criança. Para que não ter erro, é válido checar quais são os gêneros literários mais indicados para cada faixa etária. Isso porque, os livros infantis devem ser adequados para a realidade de compreensão da criança. 

Leia também: 7 livros para falar sobre a questão de gênero com as crianças

Para bebês e crianças até os três anos, aposte em livros infantis que oferecem recursos visuais, sonoros e táteis
Shuttersock
Para bebês e crianças até os três anos, aposte em livros infantis que oferecem recursos visuais, sonoros e táteis


Até os três anos

Os livros infantis podem ser inseridos gradativamente na vida da criança logo nos primeiros meses de vida. Até os três anos de idade, o interesse pelos livros começa a ser aguçado pelas texturas e cores de alguns exemplares e pela voz de quem conta a história. Em relação ao gênero, não há segredo: bebês gostam daquilo que estimula a visão, audição e tato, independente da história. Pop-ups e dobraduras podem ser grandes aliados dos pais nessa fase.

Leia também: Como ensinar uma criança a ler? Veja as dicas

Dos quatro aos seis anos

As ilustrações continuam sendo indispensáveis para esse período, mesmo sem o uso de texturas e dobraduras. Os contos de fadas e as aventuras são gêneros atraentes. Procure escolher livros com poucas páginas, textos ampliados e espaçados – ou seja, livros mais lúdicos, mas ainda assim com histórias.

Dos sete aos nove anos

Com essa idade, a criança já está familiarizada com o hábito da leitura e está iniciando a alfabetização. Histórias como fábulas são as mais indicadas, pois ajudam a ampliar a imaginação, construindo o caráter e repertório cultural da criança. Além disso, desenvolve o seu vocabulário. É também nesse momento que as preferências literárias começam a aparecer.

Leia também: 5 dicas para fazer uma biblioteca para as crianças em casa

Dos dez aos 12 anos

Nessa deixa-etária, suspense e aventura são os temas que mais atraem. Como é o período da pré-adolescência, as ilustrações, texturas e outros recursos utilizados em livros infantis deixam de fazer sentido e cedem espaço para textos mais complexos. É também uma fase de reflexão e a criança está em busca de desvendar mistérios, curiosidades e outros quebra-cabeças. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.