Tamanho do texto

Sem conseguir engravidar ou adotar uma criança, britânico Crystal e Terry decidiram mandar produzir o próprio "filho"

Quem observa de longe não vê nada de incomum na família britânica formada por Crystal e Terry Duke e o filho George. Porém, o recém-nascido chegou até o casal de uma forma inusitada: pelo correio. O motivo? George é, na verdade, um boneco de borracha que custou 350 libras, aproximadamente R$ 1300. 

Não consigo engravidar. Será que é hora de procurar ajuda médica?

Sem sucesso para engravidar ou adotar uma criança, casal manda fazer um boneco para criar como filho.
Reprodução/Mirror
Sem sucesso para engravidar ou adotar uma criança, casal manda fazer um boneco para criar como filho.

casal  tentou engravidar por um longo período até descobrir que Crystal não podia ter filhos. Eles partiram para a adoção, mas também não conseguiram completar o processo. Depois de encarar momentos de depressão, um médico sugeriu o boneco como solução para a família. 

"Ele disse que eram bonecas muito reais que eu poderia cuidar como se fossem bebês de verdade", contou Crystal ao site "Sunday People".

A princípio, eles acharam a ideia estranha, mas depois de muita pesquisa Crystal percebeu que muitas mães recorriam a isso para compor uma família. Porém, um fator continuava a incomodá-la: o boneco não seria parecido com os pais. 

Então, eles encontraram um artista que conseguiria desenhar o boneco exatamente como se fosse o filho. Assim, o sonho de ter uma família completa seria possível.

Quando Crystal viu o desenho do boneco, surpreendeu-se. "Eu consegui ver que ele tinha os meus olhos e o nariz de Terry. George era exatamente como eu sempre imaginei que meu bebê seria", falou. 

20 crianças muito parecidas com bonecas

Quando George ficou pronto, Crystal e Terry fizeram uma cerimônia para recebê-lo em casa. "No momento em que olhei para George, eu me apaixonei. Ele era meu bebê e eu instantaneamente senti uma ligação incrível com ele. Eu me tornei mãe". "Era difícil acreditar que ele não era real. Ele era meu bebê e eu sabia que faria qualquer coisa para protegê-lo", completou.

E a experiência de ser pais precisava ser completa. Durante a noite, Crystal e Geoge acordam para dar mamadeira ao filho, por exemplo. Eles também trocam as fraldas do bebê, dão banho e levam George para passear no parque. "Durante uma caminhada um estranho nos parou e disse o quanto nosso filho era bonito e se parecia com nós dois. Senti orgulho!", contou a mãe. 

O casal também dá mamadeira para George.
Reprodução/Mirror
O casal também dá mamadeira para George.


Dificuldades

Mas a vida da família não é tão simples quanto parece. Crystal passou por algumas dificuldades por ser mãe de um boneco. Ela contou ao jornal que estava esperando o ônibus no ponto com George no carrinho e havia outra mãe também com o filho em um carrinho. Assim que o transporte chegou, o motorista falou que apenas uma das duas poderia entrar. 

Crystal subiu no ônibus, e o motorista disse que a outra mãe deveria esperar o próximo ônibus. "Ela começou a gritar e dizendo que eu não merecia o espaço porque meu bebê era uma boneca. Foi horrível, mas eu simplesmente a ignorei. Agora eu tenho George e não me importo com o que as pessoas pensam", desabafou

Além disso, eles não conseguem fazer um retrato em família com um fotógrafo profissional. "Quando explicamos que George é um boneco, os fotógrafos dizem que não farão o trabalho. É um vergonha! Ele é tão real quanto qualquer outro bebê". 

Planos futuros

Para o próximo ano, o casal está planejando aumentar a família. "Iremos ao mesmo artista e ela usará nossas fotos para fazer a irmã de George de modo que ela se pareça conosco. Mas a melhor coisa é: haverá uma semelhança entre ele e a irmã também. "

+ Quando nasce o amor dos pais pelos filhos?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.