Tamanho do texto

Síndrome do Ovário Policístico, ansiedade e amamentação podem atrasar a menstruação. Conheça alguns outros possíveis fatores

Um dos mais importantes marcadores biológicos da mulher é o ciclo menstrual . Por isso, menstruação atrasada é sempre um motivo de preocupação. Ao contrário do que se costuma imaginar, esse fato pode não ser um sinal de gravidez . Existe uma série de fatores que podem interferir na regularidade do ciclo.

+ Como calcular período fértil: aprenda a identificar os sinais de seu corpo

Vários fatores que não são gravidez podem indicar menstruação atrasada
Pinterest
Vários fatores que não são gravidez podem indicar menstruação atrasada

Por isso, não se desespere! "O mais indicado é procurar um ginecologista para saber se está tudo bem com a sua saúde e investigar as causas do atraso”, orienta o ginecologista Gustavo de Paula Pereira. Veja quais são as situaçãos mais comuns que levam à menstruação atrasada

1) Imaturidade do organismo

Nos primeiros cinco anos após a menarca, nome dado à primeira menstruação, ela pode atrasar porque o sistema reprodutor ainda está em fase de amadurecimento.

2) Obesidade

Quando há aumento da quantidade de gordura no corpo os níveis dos hormônios sexuais são afetados. Com isso, acontecem alterações menstruais que podem prolongar os ciclos e, em alguns casos, amenorréia, que é a ausência de fluxo. 

3) Síndrome do Ovário Policístico

Decorrente da produção de hormônios masculinos em excesso, a Síndrome do Ovário Policístico pode desregular o ciclo menstrual, causando atrasos ou até ausência completa de menstruação. 

4) Emagrecimento, dieta e exercício físico excessivo

Mulheres que são muito magras ou perderam peso rapidamente podem ficar com os níveis de hormônios esteróides sexuais baixos. Isso interfere no funcionamento dos ovários e, consequentemente, na menstruação.

+ Menstruação atrasada e muito mais: veja 10 sintomas de gravidez

5) Estresse e ansiedade

Distúrbios emocionais também podem interferir no ciclo menstrual. Isso acontece porque a produção hormonal, regulada pelo hipotálamo,  é afetada pelo estresse e a ansiedade em excesso. 

6) Amamentação

Durante o período de amamentação, é comum ficar até 6 meses sem menstruar - principalmente na fase de aleitamento exclusivo. Geralmente, a normalização acontece com a diminuição na frequência de mamadas ou desmame completo. 

7) Uso prolongado da pílula anticoncepcional

Quando suspende-se o uso do anticoncepcional hormona, depois de um longo período de uso, é comum ter a menstruação desregulada. Normalmente, o ciclo volta a se regularizar dentro de três a seis meses.

 + Ovulação: 13 curiosidades que toda mulher deve saber

8) Insuficiência ovariana

A insuficiência ovariana também é um dos motivos pelos quais a menstruação atrasa. Acontece quando, por algum motivo, os ovários param de funcionar. Logo, não há menstruação. A causa mais comum desse quadro é a chegada da menopausa. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.