Tamanho do texto

Medidas simples e rápidas podem alviar as cólicas dos recém-nascidos, como massagá-lo ou dar um banho quente. Veja outras dicas

Uma das grandes causas de angústia dos pais são os episódios de cólicas no bebê, que atingem a maioria dos recém-nascidos . Apesar de incômodo, as dores são parte da evolução natural dos bebês e melhoram por volta do terceiro ou quarto mês de vida.  

+ Já pensou em usar fraldas de pano no lugar das descartáveis? Veja os benefícios

As cólicas no bebê podem ser causadas pela superexposição da criança a estímulos
Pinterest
As cólicas no bebê podem ser causadas pela superexposição da criança a estímulos

Geralmente, as cólicas no bebê  acontecem quando o recém-nascido, apesar de bem alimentado, apresenta um choro contínuo e inconsolável sem razão aparente. Elas podem durar algumas horas e começam a acontecer na segunda semana de vida da criança.

 “A cólica não traz nenhum risco para saúde da criança”, explica a pediatra Maria Júlia Carvalho. De acordo com com ela, as principais causas estão relacionadas à hipersensibilidade do bebê a estímulos externos. Além disso, as dores podem estar ligadas ao aumento de contrações ou gases que se formam a partir da digestão do leite. 

+ Exercícios no pós-parto aliviam dores e dão mais conforto para as mães

Como evitar e amenizar 

Para evitar as cólicas, a especialista orienta que os pais sempre coloquem o bebê para arrotar após mamar. Maria Julia também ressalta a importância da amamentação para o contato do bebê com a  pele da mãe, o que pode acalmá-lo. Além disso, mamar no seio exige que o bebê abra menos a boca, diminuindo a entrada de ar e minimizando o acúmulo de gases. 

A pediatra recomenda várias medidas simples que aliviam e amenizam as dores.  Por exemplo, um banho morno ajuda a relaxar o bebê e diminui a tensão muscular. Movimentos circulares, que podem ser feitos com as mãos ou com bolinhas de borracha em sentido horário, facilita a movimentação intestinal.

Colocar uma bolsa de água quente enrolada numa toalha na barriga do bebê (cuidado com a temperatura!) pode ser uma boa ideia, já que acalma o bebê e melhora a dor. Também é possível balançar a criança suavemente junto ao corpo e para melhorar: uma música tranquila no ambiente. 

Posicionar o bebê de lado ou de bruços sobre os braços dos pais alivia as cólicas e ajudar na liberação de gases. Por fim, a mãe deve evitar alimentos que podem causar mais  cólicas no bebê , como leite, café, feijão, repolho, grão de bico, chocolate, comidas apimentadas e refrigerantes. 

+ Cama compartilhada entre pais e filhos: há certo ou errado nesta escolha?

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.