Tamanho do texto

A azia atinge a maioria das mulheres gestantes, mas com algumas mudanças simples no dia-a-dia, o problema pode ser amenizado; confira dicas

A sensação de queimação , partindo da boca do estômago e indo até a garganta, é comum em algumas mulheres durante o período gestacional.  O incômodo pode indicar azia na gravidez e geralmente começa logo nas primeiras semanas, tornando-se cada vez mais frequente e intenso com o avançar dos meses. 

Leia também: Doenças na gravidez - especialista lista as cinco mais perigosas neste período

Azia na gravidez é comum na maioria das gestantes.
Getty Images
Azia na gravidez é comum na maioria das gestantes.


Vale ficar atenta. O médico ginecologista Gustavo de Paula Pereira explica que quando a azia na gravidez  está associada a dor abaixo das costelas e dor de cabeça, ela pode indicar outras patologias da gestação, como pré-clâmpsia, doença hepática ou problemas gástricos, e não apenas um problema de má digestão. 

Veja quais são as principais causas e aprenda dicas de como evitar esse mal estar na gestação:

Causas

"Geralmente a azia decorre do refluxo das secreções ácidas do estômago para o esôfago", explica o médico. 

De acordo com ele, as alterações hormonais da gravidez também podem influenciar.  “Em especial do hormônio progesterona, que leva a um relaxamento do esfíncter do esôfago, válvula que impede que o conteúdo ácido do estômago retorne para o outro órgão”.

A progesterona também  diminui a velocidade de esvaziamento do estômago após as refeições, deixando a digestão mais lenta. Além disso, durante a gestação o útero aumenta de volume e pressiona o estômago, dificultando seu esvaziamento e facilitando o refluxo do conteúdo estomacal para o esôfago.

Leia também: Menstruação atrasada e muito mais - veja 10 sintomas de gravidez

Como evitar a azia?

Como a azia é um sintoma muito recorrente e persistente na gestação, o médico orienta algumas medidas para serem adotadas no dia-a-dia que podem evitar a sensação de estômago muito cheio e o refluxo.

É recomendável evitar o consumo de líquido durante as refeições, além de mastigar devagar e bem. Também prefira comer várias vezes ao dia e em porções menores. Ainda é importante não ingerir comidas pesadas e gordurosas, principalmente à noite. Não é indicado deitar-se logo após as refeições.

Gustavo ressalta que não é aconselhável fumar em nenhum momento da gestação, assim como consumir bebidas alcoólicas. Roupas largas e confortáveis também podem ajudar a amenizar a azia.

Leia também: Sete atividades físicas para uma gravidez mais saudável

O que fazer para aliviar o incômodo?

Em uma crise de azia na gravidez, é comum buscar medidas caseiras como comer uma maçã com casca, uma bolacha de água e sal ou um pedaço de pão. Mas o médico alerta: “Receitas caseiras só devem ser usadas após a avaliação médica”.


    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.