Tamanho do texto

Raiza defendeu a proibição de crianças em restaurantes, dizendo que as pessoas não são obrigadas a "aturar choro do filho alheio". Veja repercussão

Raiza Costa,  que tem um canal no YouTube chamado Dulce Delight e é apresentadora de uma websérie homônima no Gshow, além de apresentar um programa no GNT – "Rainha da Cocada" – fez uma publicação polêmica em seu Facebook, em que defendia a posição de um restaurante em proibir a presença de crianças menores de 14 anos.

16 alimentos que as crianças não devem consumir

A apresentadora Raiza Costa criou polêmica ao defender a proibição de crianças em restaurante
Reprodução/Facebook
A apresentadora Raiza Costa criou polêmica ao defender a proibição de crianças em restaurante

Além de dizer que na França a prática já era super comum, ela defendeu a medida de proibir crianças nestes estabelecimentos e justificou sua opinião: “Pensa só nos pais que pagam uma babá pra finalmente saírem pra namorar tranquilões e, chegando lá, são obrigados a aturar o choro do filho alheio.”

Por fim, ela chamou atenção ao declarar que não vê problemas em “estabelecimentos proporcionarem momentos românticos sem incluir show de break dance esperneando no chão, regado à berros de ‘eu quero batata frita!’”

12 dicas práticas para lidar com a birra

A postagem teve muita repercussão, com comentários que endossavam a opinião dela, mas muitos que a criticavam. Em alguns momentos, os internautas chegaram a ser agressivos.

Depois disso, Raiza fez um segundo texto, dizendo ter adorado a “discussão saudável” gerada na publicação anterior, mas compartilhou mais uma “indignação”. “Todas as mulheres que comentaram no post escreveram: ‘Onde as mães vão levar seus filhos?!’ e NENHUMA mulher formulou a seguinte frase: ‘Onde os PAIS vão levar seus filhos?!”, postou a apresentadora.

Em seguida, disse que uma mulher assumir sozinha a responsabilidade pelos filhos era mais grave do que o tal restaurante não aceitar crianças. A declaração também gerou polêmica.

Ela ainda fez mais uma publicação sobre a polêmica da proibição de crianças
Reprodução/Facebook
Ela ainda fez mais uma publicação sobre a polêmica da proibição de crianças

No dia seguinte, menos de 24 horas depois das publicações, os textos foram apagados, mas a repercussão na internet continuou. Diversas mães, indignadas, compartilharam suas opiniões nas redes sociais.




Uma página conhecida no Facebook por defender a maternidade também fez um grande texto refletindo sobre o asssunto.


Mas também tiveram pessoas, inclusive mães, que concordaram com a proibição de crianças em alguns locais, como restaurantes, hotéis e outros estabelecimentos. Este usuário do twitter acredita que deviam ter locais especiais reservados para os pequenos.

Soluções simples evitam problemas com crianças em condomínios

Esta usuária escolheu o facebook para manifestar-se sobre o assunto, é mãe e concorda com a posição polêmica defendida por Raiza Costa. E você, qual sua opinião sobre a proibição de crianças em restaurantes? Participe do debate e comente o que você acha:

Dê seu voto na enquete:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.