Conheça a história de vida de Gracienne Myers
Foto: Divulgação
Conheça a história de vida de Gracienne Myers


Violências verbais, agressões físicas, pobreza e acidentes: foram esses os obstáculos que a mineira Gracienne Myers, de 49 anos, teve de enfrentar para se consolidar como uma das empresárias brasileiras de maior sucesso nos Estados Unidos. Atualmente, Myers é dona da  Mechanical Bull Sales, Inc, empresa número um em em vendas de touros mecânicos em todo o mundo.

Dona de três negócios altamente bem sucedidos, a profissional contou para o iG Delas um pouco de sua trajetória. 

Nascida na pequena cidade de Palmópolis (MG), Gracienne foi criada em uma casa simples pela avó materna. ‘’Foi um privilégio ter sido criada por ela. Muitos dos meus valores vieram dela. A simplicidade, né? Daquela aquela mulher da terra, que carrega lenha, que lava louça no rio, que dorme em esteira ao invés de um colchão’’.

Foi aos 14  anos que Myers resolveu arriscar a vida na capital paulista. ‘’Eu vi uma oportunidade de trabalhar na cidade grande, já que poderia ajudar minha avó. Meu sonho era comprar um fogão para ela. Eu tinha uma meta, que era ser financeiramente independente’’.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Em São Paulo, a empresária começou sua vida profissional em uma floricultura. Trabalhando até 16 horas por dia, ela sofreu diversas violências de seus empregadores. 

"Tinha dias que eu ia na prefeitura pegar comida que sobrava. Em certo momento, eu comi um pedaço de carne, um bife que estava na geladeira da minha patroa, e, no seguinte, ela descontou 1 kg de carne do meu salário, que era quase menos que um salário mínimo. A vida me deu tudo que você possa imaginar para desistir, mas eu persisti’’.

Carreira internacional

Com a economia em declínio no Brasil, a empresária decidiu tentar trabalhar na Europa. No entanto, a diferença de cultura não agradou a mineira. A virada de chave para Myers foi somente com sua ida para os Estados Unidos, em 1997.

A convite do então namorado de seis meses, a brasileira decidiu ir para a Pensilvânia. No entanto, ela ainda sofreu diversos abusos: durante diversos meses, a profissional não pôde sair de casa, e o parceiro chegou a esconder seu passaporte.  ‘’Quando ele não quis me dar o passaporte de volta, foi aí que eu tive a convicção que eu estava sendo prisioneira’’.

Gracienne lutou contra relacionamentos abusivos para suceder
Foto: Divulgação
Gracienne lutou contra relacionamentos abusivos para suceder


Após denunciar sua situação para a polícia, Gracienne foi acolhida em um abrigo. Foi apenas depois de sair do local que ela conheceu seu atual marido, com quem desenvolveu sua primeira empresa.

Empresária

A primeira empreitada da mineira foi a venda de touros mecânicos. ‘’Começou quando eu fui desafiada pelo meu marido para gerenciar a empresa de DJ's que ele tinha’’.

"Notei uma queda nas vendas e comecei a ligar para os clientes para saber o que estava acontecendo e o porquê deles não escolherem a empresa. Descobri, então, que o produto que oferecíamos não era uma necessidade para esse público’’.

Na tentativa de inovar o serviço da empresa, a profissional sugeriu o uso de um touro mecânico nas festas. "Ele olhou para mim e falou: ‘essa mulher está louca’, entendeu? Aqui [nos Estados Unidos] é muito perigoso ter algo assim, tudo aqui é processo’’.

A crítica do marido não parou Myers. Convencida na oportunidade de mercado que iria investir, ela comprou um touro mecânico do Brasil por 18 mil dólares. O sucesso foi instantâneo: em apenas três meses, o touro se pagou. Alugando o brinquedo em diversos eventos, ela percebeu uma lacuna no mercado e entretenimento no país.

Hoje, a Mechanical Bull Sales é a maior empresa de venda de touros mecânicos em todo o mundo. O estabelecimento oferece pacotes de touros mecânicos, aluguel de touros e acessórios para o brinquedo. ‘’Nosso touro parece com um touro verdadeiro. A caixa de controle é a tecnologia mais avançada que existe no mundo hoje, ela tem 20 movimentos pré-programados sempre, divididos entre crianças, adultos e profissionais’’.

Gracienne acredita que o entretenimento é uma indústria essencial para as pessoas. ‘’As pessoas querem viver, elas querem sorrir, e o touro leva isso a você. Quando você está montado no touro, você não tem problema algum. Naqueles 20 segundos que você montou num touro, eu garanto que você não tem um problema, e isso é uma coisa muito bonita’’.

Outras empresas 

Além da Mechanical Bull, Myers também investe no mercado da tecnologia. Quando convidada pela empresa Under Armour para desenvolver um ‘pássaro mecânico’ para o time Baltimore Ravens, a empresária descobriu um grande nicho em impressões 3D:  ‘’Tivemos que esculpir o pássaro do zero. Na hora, pensei: ‘deve existir um jeito mais fácil de fazer isso’’.

Gracienne e o touro 'pássaro', desenvolvido para o Baltimore Ravens
Foto: Divulgação
Gracienne e o touro 'pássaro', desenvolvido para o Baltimore Ravens

Então, Gracienne saiu em busca de novas tecnologias. Em 2019, ela abriu a 3D Sculpture Worx, empresa que produz grandes peças estruturadas mecanicamente. Entre a lista de clientes, estão Google, Warner Brothers Television, Netflix e Samsung.

Atualmente, a empresa trabalha com materiais diferenciados, como EPS, vidro, madeira, aço, fibra de vidro e acrílico. ‘’Até a minha cozinha inteira saiu da 3D Sculpture’’.

Gracienne também é dona da Banana Vital, empresa de barras naturais de frutas. "A banana não é um produto fácil de transportar, mas é uma fruta extremamente importante para a dieta de um atleta’’.

ela
Foto: Divulgação

Dona de três negócios de sucesso, Gracienne vive agora na Pensilvânia

Indagada sobre como consegue organizar tantas empresas, a brasileira afirma que é a diversidade de seus negócios que os transformam em sucessos: ‘’Eu sempre falo: diversifique, nunca ponha seus ovos e uma cestinha só’’. 

"Quando estou me sentindo para baixo, eu me conecto com a natureza novamente, como foi na minha infância em Minas Gerais. Trabalhar não é fácil, mas eu lutei para estar aqui’’, finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários