Julia Vieira foi expulsa do Vaticano por conta da roupa
Arquivo pessoal
Julia Vieira foi expulsa do Vaticano por conta da roupa

A brasileira Julia Vieira desabafou em entrevista ao PAGE NOT FOUND sobre um episódio que viveu no último domingo (30/1). Quando estava no Vaticano, Juju, como é mais conhecida, afirmou ter sido abordada por um homem "do Vaticano", que a expulsou da Basílica de São Pedro.

"Não fui impedida de entrar. Um homem de cerca de 50 anos se aproximou de mim dentro do Vaticano e disse em italiano, que eu entendo bem, que aquele é um local para fazer oração, um local para fazer culto, para fazer missa e eu não estava vestida de forma apropriada", afirmou a empresária e influencer de viagem.

Juju declarou que o homem que a abordou era funcionário do Vaticano, exibindo um crachá.

"A minha roupa era apropriada. Era um vestido blazer. Uma roupa de inverno. É normal na Europa com bota de cano longo. A culpa não foi minha e sim das pessoas que são fanáticas por religião", defendeu-se a paulista de Santos, que diz ser católica e frequentar missas.

Leia Também

"Quando não posso ir, acendo ao menos uma vela", falou.

"Eu me senti vazia, fiquei em choque. Não era algo que esperava. Quando acontece alguma coisa comigo, eu fico sem reação. Sabe quando você não acredita no que está acontecendo?", completou ela, que manifestou o desejo de nunca mais voltar ao Vaticano.

No Instagram, Juju fez um vídeo relatando o episódio:

"Eu fui no Vaticano e como todo mundo comecei a fazer as fotos. Comecei a fazer os vídeos como todo turista que entra no Vaticano, que olhar tudo, quer andar por tudo. Chegou um senhor, um homem que trabalha no Vaticano. Tinha outras pessoas que estavam trabalhando ali também. Eu vi um movimento meio estranho para o meu lado. Eu fiquei com vergonha, porque tinha pessoas próximas que ouviram isso: que eu não estava vestida (de forma) adequada. Então ele me convidou a me retirar. Em outras palavras: me chutou do Vaticano, né? Me me expulsou. Esse senhor chegou perto de mim e falou: aquele é um local para fazer oração, um local para fazer culto, para fazer missa e eu não estava apropriada. Tem câmeras no Vaticano. Se puxarem a câmera dá para ver perfeitamente ele chegando em mim e falando tudo isso."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários