Usar fotos de boa qualidade e que mostrem bem o rosto é fundamental
FreePik
Usar fotos de boa qualidade e que mostrem bem o rosto é fundamental


“Se eu abrir a minha agenda para tu ver, eu tô com boy de A a Z!” é o que diz a música “Contatinho”, de Anitta e Leo Santana. Com a vacinação avançada e a volta dos estabelecimentos em horários normais,  ir em buscas de novos crushs no pós-pandemia é uma realidade — sempre tomando cuidados, afinal, o vírus ainda está a solta! Para chamar a atenção e se dar bem nos aplicativos de relacionamento, sair do clichê e apostar em novas ideias é uma boa opção. 

Nada melhor do que ouvir os próprios aplicativos de relacionamento para saber o que funciona dentro das plataformas. Então, trouxemos dicas direto das fontes! Conversamos o Bumble e com Ximena Buteler, gerente de marketing do Inner Circle que nos falaram o que é preciso para que um perfil bombe nos apps e a conversa não acabe no ghosting


Arrase nas fotos 


Sem foto tremida, hein! A foto é ideal para causar uma boa impressão e chamar a atenção nos aplicativos. Uma pesquisa recente do Inner Circle mostrou que 89,5% dos usuários valorizam as boas fotos de perfis. E tem até os tipos favoritos, olha só: 

  • Fotos de viagem (50,7%)
  • Fotos em que o match está bem-vestido(a) (50%) 
  • Selfies (47,3%)  
  • Praticando esportes (23,1%) 


O Bumble permite o uso de seis fotos e recomenda o uso de todas elas. “Nossos dados mostram que adicionar 3 ou mais imagens aumenta suas possibilidades de conexão em 62%. Perfis verificados por foto têm 38% mais chances de conexão do que os não verificados”, comentam. 


Os apps garantem que ter foto em grupo ou apenas uma foto no perfil não agrada nada os outros usuários. Arrasa na pose e coloque boas fotos! 


Preencha bem o perfil 


Não é preciso de um textão! Mas deixar a descrição vazia desagrada os possíveis matchs. Elabore uma biografia curta, mas objetiva. No Bumble, quem adiciona uma bio tem um aumento de 58% nas chances de se conectar com alguém. Prencheer a seção de "Perguntas Pessoais" do app também ajuda.

Já no Inner Circle, Buteler conta que três coisas são importantes e os membros são curiosos para saber: o estilo de vida e hobbies do outro (48,6%), a idade (46,2%) e uma boa descrição no perfil (45,9). Incluir a altura, profissão, se tem filhos ou animais de estimação contam bastante na hora da paquera. 

Leia Também


Os detalhes fazem diferença 


Os usuários de apps de relacionamento sentem uma certa curiosidade e quanto mais detalhes estratégicos saber do possível match, melhor! Adicionar o signo, quais bares mais curte, qual é a sua cidade favorita e também qual é o seu estilo ajuda muito a destacar o perfil entre os demais. "Em vez de simplesmente mencionar seu sério interesse pela arte, por exemplo, adicione um pouco mais de profundidade ao seu perfil mencionando um artista ou exposição favorita, que tal?", diz o Bumble.


E na hora do chat?


Ser grosseira, mal-educada ou chegar achando que tem muita intimidade é um erro! Buteler ressalta a importância de não ser desrespeitoso e invadir o espaço pessoal do outro. "Se aproxime como você faria se estivesse no seu bar preferido: com respeito e educação", diz. Outra dica importante é não mandar apenas "oi", seja criativo, não se limite! 

Leia Também

A gerente de marketing indica fazer perguntas diferentes, comentar sobre alguma foto do match ou iniciar a conversa sobre alguma informação que você viu no perfil. Mas não se esqueça: não fale apenas de você e nada de mandar nudes não solicitados!

A timidez é um problema? Rosana Cibok, psicóloga cognitiva-comportamental e coach, dá a dica: “Conversas por app, em que o contato é virtual podem ser mais fáceis para se livrar da timidez, portanto é encarar a pessoa como uma nova amizade. Conhecer, fazendo perguntas sem se preocupar se está corado, com o coração acelerado ou não. Afinal, em conversas virtuais iniciais, nem sempre se sabe com quem está falando de fato, portanto, isso pode gerar mais confiança no falar. Ser verdadeiro também pode ajudar. Você pode falar da sua timidez e desta dificuldade, isso pode parecer simpático e até cativar o seu crush”.

Cuidando do seu pessoal 


Osmarina Vyel, coach e psicóloga clínica e comportamental, conta que em primeiro lugar, é importante entender que se deve prezar pela segurança. Não coloque o nome completo, endereço, quanto ganha, número de telefone e também nunca diga que mora só! Rosana Cibok, psicóloga cognitiva-comportamental e coach, explica que mentir sobre idade, sexo ou estrato social, podem não ser uma boa opção, especialmente se o usuário busca se relacionar com as pessoas do app. 


Na hora de iniciar um chat, Vyel conta: “A pessoa pode falar de  livros, filmes, gosto de algum tipo de alimento, tipo de passeio que gosta de fazer, sobre amigos, se gosta ou não de pets, defender algum ponto de vista. Sobre família melhor não trazer na pauta, pois pode revelar dados que poderá gerar algum transtorno, caso a pessoa do outro lado não seja quem você imagina."

Cibok indica buscar tópicos em comum com o match e também conversar por afinidades, para que a conversa não caia no clichê e nem se renda a cantadas baratas. Na conversa, as especialistas indicam evitar qualquer assunto que comprometa a sua identidade. "Não abra sua vida no primeiro match. Converse inicialmente sobre amenidades. Busque saber as preferências do match, como seus hábitos por exemplo. Entenda quais são as preferências da pessoa. Como ela vive. De que forma se relaciona com os amigos. Que lugares frequenta", diz Cibok.

Mais uma dica para manter a conversa saudável com o match é evitar falar de situações conflituosas e apontar os defeitos tanto do usuário, quanto do match ou outras pessoas. "Assim, evitará que logo no início a relação fique pesada e desgastada. Não vá com muita sede ao pote", diz Vyel.

“Procure conhecer um pouco mais com quem está conversando, evitando encontros prematuros que podem ser frustrantes e até perigosos. Fale a verdade, sempre. Quando somos verdadeiros podemos estabelecer relacionamentos mais duradouros, sejam eles quais forem”, completa Cibok. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários