Linha de Barbies inspirada em cientistas
Reprodução
Linha de Barbies inspirada em cientistas

Nesta quarta-feira, causou orgulho nas redes o lançamento de uma Barbie inspirada na biomédica brasileira Jaqueline Góes de Jesus , uma das cinco cientistas escolhidas pela empresa de brinquedos Mattel para receber uma versão como homenagem por seu trabalho na pesquisa sobre o coronavírus. Ela coordenou a equipe que sequenciou o genoma do SARS-CoV-2 apenas 48 horas após a confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Brasil. O apresentador Luciano Huck foi um dos que exaltou a ideia nas redes sociais: "Muito bacana a Barbie Cientista Brasileira! @drajaquegoes, uma das responsáveis pelo sequenciamento do genoma do coronavirus no Brasil, acaba de virar uma Barbie! Que bela inspiração pra que mais meninas acreditem no potencial de ocupar o espaço que quiserem! ORGULHO!", postou o apresentador.

Você viu?

A Barbie Jaqueline não é a única boneca da marca voltada para a área. Dentro da linha Profissões, há pelo outras duas. A Team Stacie é negra, tem cabelo black, seguindo a ideia de exaltar a diversidade, custa em torno de R$ 400 e tem um aparato de laboratório. A Cientista, esgotada em muitas lojas, pode ser loura, ruiva ou morena (chamada em alguns sites de venda de brinquedos como "Barbie Quero ser Cientista Morena de Luxo") e sai por R$ 200.

A Olimpíada de Tóquio também impulsionou o marketing de venda Barbie. Isso porque a mesma linha Profissões inclui bonecas inspirdas em modalidades que estão sendo disputadas em Tóquio. "Treine com a Baribie" é o lema no varejo de brinquedos. A skatista e a ginasta têm maiores destaques, de carona nas medalhas de prata e de bronze recebidas por Rayssa Leal e Rebeca Andrade, respectivamente. Os preços são em torno de R$ 150.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários