Morre Helaine Martins, ativista antirracista e jornalista
Acervo pessoal
Morre Helaine Martins, ativista antirracista e jornalista








Você viu?




No último sábado (3), a jornalista e ativista antirracista Helaine Martins, 41, faleceu depois de uma parada cardiorrespiratória. Ao portal Alma Preta, amigos afirmam que a ativista se sentiu mal e faleceu na parte da tarde. Ainda não há informações de local e data de sepultamento.

Helaine era conhecida por suas iniciativas antirracistas no setor de comunicação e pelo desejo de levar pluralidade ao jornalismo. Em 2005, ela criou o projeto “Entreviste um Negro” com o veículo de comunicação Mundo Negro. O site funciona como um banco de profissionais negros que poderiam dar entrevistas sobre assuntos diversos.


A jornalista também é criadora do hub de conteúdo Expresso na Periferia, uma parceria entre O Estado de São Paulo e a 99, que visa a adaptação de conteúdo e linguagem à cultura periférica em parceria com coletivos. No dia 2 de julho, ela foi confirmada como editora do projeto.

Formada em jornalismo, a carioca de família de Belém do Pará trabalhou com comunicação organizacional em órgãos do governo e em assessorias de empresas. Em 2014, fez pós-graduação em Cultura, Educação e Relações Étnico-Raciais, na ECA/USP. Helaine também publicou três livros, sendo que um deles foi como participante da coletânea “Eu amo correr”, publicada como série “Eu amo…” pela editora Mol.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários