Budah, Ebony e Flora Matos
Divulgação
Budah, Ebony e Flora Matos


Elas são poderosas ! Apesar da cena do hip-hop ainda ser predominantemente masculina, mulheres artistas tem conquistado cada vez mais espaço colocando a visão feminina nas suas rimas. Pensando na importância de espalhar a palavra e o trabalho das mulheres no rap/trap, separamos 8 nomes de artistas brasileiras que não vão sair do seu ouvido.



Budah 


A cantora do Espírito Santo tem 23 anos e quatro de carreira. Budah tem mais de 430 mil ouvintes mensais no Spotify e 29,5 mil inscritos no Youtube. Sua música “Lingerie”, lançada há 8 meses é sucesso. 



Ebony 


Com 45,1 mil inscritos no Youtube e mais de 9,7 milhões de streamings no Spotify, a carioca tem apenas 20 anos e já é uma das maiores referências no trap feminino.



Flora Matos


Quem nunca escutou “Pretin”? Um dos nomes femininos mais conhecidos do rap, Flora é brasiliense, tem 32 anos e lançou sua primeira mixtape em 2009, desde então, é só sucesso. A autora do hit "Preta de quebrada" tem mais de 50 milhões de streamings no Spotify e participou de vários festivais.

Você viu?


Jéssica Caitano


Jéssica é pernambucana, tem mais de 115 mil visualizações em suas músicas e feats no Youtube e 13 mil ouvintes mensais no Spotify. A artista mistura ritmos regionais, dando um show de musicalidade em suas composições.  


Mariana Mello


Santista, mãe, modelo e compositora, Mariana faz rimas desde adolescente. Tem mais de 3,5 milhões de streamings em suas músicas no Youtube e 24 mil ouvintes no Spotify. 


Monna Brutal


Rapper trans e negra, a artista participa de batalhas de rima e impressiona com seu flow. Monna tem 16 mil ouvintes mensais e mais de dois milhões de streamings no Youtube.  


Tasha e Tracie


As gêmeas, filhas de pai nigeriano e mãe brasileira, dão um show não só no mundo da música, mas também no mundo da moda. A dupla tem 61 mil ouvintes mensais no Spotify e mais de dois milhões de streaming no Youtube. 


Tássia Reis

Assim como Flora, Tássia Reis também é bem conhecida no mundo do hip-hop. Com o rap e o jazz embalando seus ritmos, a paulista já participou de muitos festivais e tem mais de 10 milhões de streamings no Youtube. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários