absorvente
Freepik/reprodução
Processo passou por parlamento por unanimidade

A Escócia se tornou o primeiro país do mundo a oferecer produtos menstruais gratuitamente. O Parlamento escocês aprovou por unanimidade o projeto de lei na úlima terça-feira (24/11).

Os governantes locais agora têm o dever legal de garantir que itens como absorventes femininos e tampões íntimos estejam disponíveis para "quem precisar deles". O projeto foi apresentado por Monica Lennon, do Partido Trabalhista. Ela tem feito campanha para acabar com a chamada 'pobreza menstrual' desde 2016.

Pobreza menstrual

A pobreza menstrual é o termo usado pra defenir quando pessoas com baixa renda não podem pagar ou ter acesso a produtos menstruais adequados.
Com menstruações de cerca de cinco dias, em média, uma mulher pode gastar até oito libras (R$ 56) por mês em absorventes internos e externos no Reino Unido. É um gasto que não é acessível para todas as pessoas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários