A modelo russa Ekaterina Dorozhko , esposa do jogador Luiz Adriano, do Palmeiras, se envolveu em polêmica na internet no último fim de semana após afirmar que, em um relacionamento  heterossexual, uma mulher deve sempre obedecer ao homem.


montagem com rosto de modelo e print de resposta aos seguidores
Instagram/rainhamatos
"Acho que o homem está no comando. [...] Mulher é aceitação e amor", escreveu modelo em stories do Instagram


Ela também afirmou que os homens “devem estar no comando e não devem ser culpados” enquanto mulheres devem ser “fracas e em nenhum caso fortes” em relacionamentos.

Além disso, ela disse que não se casaria com um homem “sem dinheiro”. “Se um homem não pode assumir a responsabilidade por mim, prefiro trabalhar ou morar com o meu pai”, disse.

Tudo começou quando um de seus seguidores perguntou nos stories como uma relação entre homem e mulher deve ser conduzida e qual o papel dos dois. “Acho que o homem está no comando. A primeira e a última palavra estão sempre com ele. Mulher é aceitação e amor. E por natureza devemos obedecer aos nossos homens. Um homem deve ser respeitado, não pode ser culpado, humilhado, o marido é o chefe da família. “Uma mulher deve ser sábia, feminina, fraca, corajosa, mas em nenhum caso forte porque há um homem para isso”, opinou Dorozhko.

Outro internauta perguntou se ela namoraria “um homem pobre mas que é gente boa e bom caráter”. “Nasci originalmente em uma família onde sempre houve dinheiro e meu pai foi um exemplo que trabalhou muito e fez tudo por mim e minha mãe”, disse.

““Se um homem não pode assumir a responsabilidade por mim, prefiro trabalhar ou morar com o meu pai”, acrescentou.

“Ou seja, você só fica com homens ricos que podem te sustentar”, disse mais um internauta. Ekaterina respondeu que isso é uma “questão de desejo”.

“Você pode ficar deitado no sofá a vida toda e culpar os ricos por terem dinheiro. A questão é que papel o dinheiro desempenha na sua vida. Algumas pessoas perdem a cabeça por causa do dinheiro e perde todas as qualidades humanas. Quando o jogo termina, o rei e o peão caem na mesma caixa”, disse.


Em uma página que replicou os stories, os internautas não gostaram nada das afirmações da modelo. “Por isso ela foi corna”, escreveu uma. “Não consigo acreditar que isso é verdade de tão absurdo”, escreveu outra. “Que mundo que ela vive hein?”, questionou uma terceira.

“Infelizmente é a cultura dela, ela vem de um país super machista (Rússia), onde o homem pode até bater nas mulheres… Que tristeza!”, explicou uma quarta.

    Veja Também

      Mostrar mais