A modelo Sarah Marie Clarke, de 18 anos, costumava fazer as sobrancelhas pelo menos uma vez por semana. Mas se antes ela se preocupava que as pessoas a achassem "estranha", hoje ela sente liberdade em deixar os pelos crescerem. Ela conta que a monocelha rende até mesmo convites de trabalho. 

Leia também: Mulher compartilha processo para aceitar monocelha e aparência natural

Sarah Marie arrow-options
Reprodução/Instagram/_sarahmarieclark_
Sarah afirma que deixar a monocelha crescer foi um processo de aceitação que a fez se sentir mais bonita e livre

Sarah, que vive em Copenhague, Dinamarca, conta que ela era desencorajada por amigos e namorados a deixar a monocelha crescer. Porém, em março de 2019, ela decidiu ignorar as críticas e deixar a pinça de lado. Os pelos a fizeram sentir mais bonita e ela passou a compartilhar essa jornada de aceitação no Instagram com a hashtag #unibrowmovement (ou #movimentodamonocelha, em português). 

Não demorou para que a modelo começasse a receber propostas de ensaios fotográficos  - apesar disso não estar nos planos. Segundo ela, o objetivo em postar as fotos "ao natural" é normalizar a monocelha e encorajar mais mulheres e se libertar da depilação. 

"Eu sempre soube que podia ter uma monocelha, mas sempre depilei sem pensar muito sobre isso, como todo mundo. Não achava que deixar os pelos crescerem era uma opção". conta ao Metro UK . "Minha mãe sempre me disse: 'Você pode tingir ou cortar seu cabelo, não importa, mas não toque nas suas sobrancelhas

"Um dia, eu estava no Instagram e vi uma maquiadora desenha uma [monocelha], então fiz a mesma coisa e amei, mas ainda era muito insegura sobre sair de casa assim. Então, aos poucos, comecei a deixar crescer e tive tempo para me acostumar. Também encontrei outras pessoas nas redes que não depilam e fiquei mais confortável."

Leia também: Excesso de pelos no corpo: mulher abandona depilação e dá lição de autoaceitação

A aceitação da monocelha

Sarah arrow-options
Reprodução/Instagram/_sarahmarieclark_
Sarah sempre foi desencorajada a deixar os pelos crescerem, pois achavam que ela ficaria 'estranha' com a monocelha

Ela conta que, durante a adolescência, sempre ouviu que as sobrancelhas grossas e unidas a deixaria "estranha". "Isso muda muito o seu rosto e sempre me perguntavam 'E se você mudar de ideia?'. Eu respondia que sempre é possível depilar de novo, mas eu sentia que precisava escolher meus pelos porque as pessoas iriam me julgar." 

"Um dia, quatro garotas começaram a tirar fotos de mim e gritar. Recebo comentários negativos nos meus posts. Apesar de também ganhar muitos elogios, sempre tem gente que acha ofensivo e precisa me dizer o quão horrível eles acham que eu sou", comenta.

"Mas eles que estão perdendo, porque eu estou recebendo oportunidades de trabalho. Ficar confortável com a minha monocelha nas redes sociais está atraindo fotógrafos que querem trabalhar comigo. É a parte legal de tudo isso, posso ajudar isso a ser mais aceitável. Se mais pessoas verem, elas não vão te julgar tanto", afirma. 

Leia também: "Meu rosto fica melhor", diz modelo criticada por deixar sobrancelhas crescerem

Agora, ela aconselha outras pessoas que também querem aceitar a monocelha : "Eu me sinto muito melhor sobre mim mesma agora, eu acho que sou bonita. A principal razão pela qual deixei fiz isso é porque eu me acho melhor desse jeito. Se você quer tentar, não faça porque é tendência ou porque todo mundo está fazendo. Faça por você."

    Leia tudo sobre: Instagram

    Veja Também

      Mostrar mais