Tamanho do texto

Professor britânico aponta que o uso de emojis em mensagens tem acabado com as "falhas de comunicação" muito comuns entre casais

As relações têm mudado conforme o advento da tecnologia. Hoje é mais comum escrever uma mensagem e enviá-la pelo WhatsApp ou Telegram do que ligar diretamente para o número da pessoa. Porém, as mudanças acontecem tão rapidamente que dentro dos aplicativos de mensagem os emojis surgem como uma maneira nova de comunicação.

emojis arrow-options
shutterstock
Emojis tem ajudado a compreensão nas conversas entre casais

Leia também: Como conquistar o/a crush usando emojis? Pesquisa indica melhor caminho

De acordo com o livro ‘O Código Emoji’, do professor Vyvyan Evans, os emojis estão sendo utilizados como uma forma de demonstrar sentimentos por mensagem e têm se mostrado mais efetivos para a leitura dos homens.

“Os homens frequentemente tomam uma declaração pelo seu outro significado, pelo valor aparente quando, na verdade, há um significado subjacente”, esclareceu o professor durante uma entrevista ao The Telegraph .

“Por exemplo, quando um cara diz a uma mulher ‘Eu vou sair com meus amigos’ e ela responde: ‘Tudo bem, faça o que você quiser’, ela está realmente testando o julgamento dele. Ela está dizendo ‘Você já deveria me conhecer bem o suficiente para saber que não vou ficar bem com isso. A intenção comunicativa é a chave para um relacionamento harmonioso”, diz Vyvyan.

Leia também: 10 dicas para você evoluir na paquera online em sites de relacionamento

“Se a mulher acrescenta nessa mensagem um emoji ‘cara de raiva’ ou ‘cara iludida’, ela dá ao destinatário uma sugestão não verbal, um metacomment, mostrando a ele como interpretar as palavras”, emenda.

Ou seja, nas conversas entre casais os emojis tem corrigido uma “ falha de comunicação ” muito comum. “Estamos agora na Terceira Revolução Industrial do mundo. Como a comunicação online assume aspectos da interação face a face, precisamos usar emojis para nos expressarmos melhor, para ajudar as pessoas a se relacionarem conosco e para o sucesso transmitir nossa personalidade”, completou o professor Vyvyan.

Leia também: 14 frases para quebrar o gelo nas conversas em aplicativos de namoro

A teoria do acadêmico foi comprovada numa pesquisa do site de namoro, Match.com . Um levantamento de 2017 descobriu que 54% dos usuários que mandavam emojis aos seus pretendentes fizeram sexo num período de um ano, em comparação com outros 31% que não usaram os emojis e ficaram no “0 a 0”.