Tamanho do texto

De acordo com astróloga, este é um ano bem agitado, que exige bastante iniciativa para alcançar seus objetivos e favorece a paixão e sexualidade

De acordo com o calendário gregoriano, a virada de ano acontece entre 31 de dezembro e 1º de janeiro. Porém, na astrologia as coisas funcionam de uma forma um pouco diferente. O relógio astrológico segue a ordem dos signos do zodíaco, sendo o primeiro deles Áries — cujo ciclo se inicia nesta quarta-feira (20), simbolizando o ano novo astrológico.

Leia também: Quer saber o que os astros te reservam? Veja a previsão para os signos em 2019

O ano novo astrológico começa no dia 20 de março, quando o sol ingressa em Áries e se inicia um novo ciclo no zodíaco
shutterstock
O ano novo astrológico começa no dia 20 de março, quando o sol ingressa em Áries e se inicia um novo ciclo no zodíaco



Ao Delas , a astróloga Virginia Gaia explica que o ano novo astrológico significa um recomeço, assim como o ano novo que é comemorado no mundo todo. "Com o Equinócio de Primavera, no Hemisfério Norte, ou de Outono, no Hemisfério Sul, temos o ingresso do Sol no signo de Áries, o primeiro do zodíaco. Isso abre um novo ciclo do Sol por todos os signos ", diz. 

Para entender como esse novo ciclo irá afetar o dia a dia e o bem-estar geral durante o passar dos meses até o próxima passagem do sol por Áries, é importante entender que cada ano possui um planeta regente e essa influência é sentida de forma coletiva o ano inteiro.

"Essa influência permeia os ânimos da sociedade e aponta quais serão os grandes temas ao longo dos próximos 12 meses", explica. 

Segundo a especialista, estamos saindo da regência de Júpter, em 2018, para Marte — o que pode trazer mudanças substanciais. 

"Pode-se dizer que saímos de um ciclo marcado por grandes ideais para a consolidação de planos de longo prazo e estamos entrando em um ano que será marcado pela vontade de realizar e brigar por ações efetivas em direção à concretização de objetivos e sonhos", comenta a astróloga. 

A influência do planeta regente nesse ano novo astrológico

Como planeta regente desse ano novo astrológico, Marte promete um ano agitado e vontade de correr atrás dos objetivos
shutterstock
Como planeta regente desse ano novo astrológico, Marte promete um ano agitado e vontade de correr atrás dos objetivos












Marte é conhecido por ser o grande ativador do céu, responsável pela iniciativa e pelo impulso individual em direção às conquistas da vida. Por isso, ter sua influência como r egente de 2019  é uma promessa de grandes começos para quem tiver atitude, isso porque o planeta regente é considerado o patrono da guerra e do impulso sexual.

"É sem dúvida um ano que exige mais iniciativa e que, no plano coletivo, favorece a paixão, mas pede cuidado com a ansiedade e a agressividade. Considerado o grande conquistador, também favorece o desejo sexual e os esportes de maneira geral", diz. 

Essa energia vai guiar a busca de objetivos pessoais, o que promete um ano agitado, já que muita gente vai seguir esse impulso de acordo com a própria vontade e pode acabar gerando alguns conflitos e discussões. "Apesar disso, não podemos perder de vista que todos têm direito à individualidade e merecem respeito", afirma. 

Marte em seu mapa astral

Com o ano novo astrológico, você pode ver em qual casa Marte está. Nesse caso, o planeta (circulado) está em Sagitário
Reprodução/Astrolink
Com o ano novo astrológico, você pode ver em qual casa Marte está. Nesse caso, o planeta (circulado) está em Sagitário


Além das tendências que o planeta regente proporciona de forma geral, é importante saber em que área do mapa astrológico esse planeta se encontra. O símbolo do planeta aparece circulado em roxo no mapa acima para exemplificar. 

Assim, os signos do zodíaco dividem o mapa astrológico em doze casas e cada uma delas representa diferentes aspectos da vida:

Casa 1: representa a identidade, a autoimagem e simboliza coragem e ação

Casa 2: é a casa dos aspectos materiais, valores e posses

Casa 3: é o intervalo da comunicação, do conhecimento e do intelecto

Casa 4: é a casa da família, das raízes e origens

Casa 5: simboliza o prazer, a criatividade e a individualidade

Casa 6: representa o trabalho e também a saúde

Casa 7: é a casa dos relacionamentos amorosos, parcerias e associações

Casa 8: denota transformação, autocrítica e reciclagem

Casa 9: é o intervalo dos ideais, viagens, estudos (mais relacionados a ensino superior)

Casa 10: representa as habilidades e responsabilidades do indivíduo em geral

Casa 11: simboliza inovação, planos e novidades

Casa 12: representa a fé e a espiritualidade

Para saber como Marte pode te influenciar, não apenas nesse ano novo astrológico , mas na sua vida em geral, comece a contar a casa 1 a partir do  ascendente (no caso do mapa de exemplo, em Sagitário) e as próximas casas serão no sentido anti-horário da primeira. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.