Tamanho do texto

"Tenha orgulho das suas marcas, porque elas contam sua história. Nossa caminhada, nosso envelhecimento, nossas raízes", escreve Juliana Rangel

Manter uma relação saudável com o próprio corpo é tarefa difícil para a maioria das mulheres. Afinal, nas redes sociais ou na publicidade, todos os dias a sociedade lembra que há um padrão para seguir. Quando o verão e o carnaval chegam, pode ser ainda mais difícil ter uma relação positiva com o espelho. É sobre isso que a publicitária Juliana Rangel falou em uma publicação no Instagram.

Leia também: Youtuber lista 5 sinais que você vive cega por padrões e dá lição de autoestima

A publicitária Juliana Rangel fez uma publicação em sua conta no Instagram falando sobre a relação com o próprio corpo
Reprodução/Instagram/@eujurangel
A publicitária Juliana Rangel fez uma publicação em sua conta no Instagram falando sobre a relação com o próprio corpo

“Já é carnaval, já é corpo em destaque em todo lugar. E você? Está com medo? Enfrenta! Se joga, se despe de preconceito, se ama”, começa escrevendo. Para Juliana, é muito importante que as mulheres encarem o espelho e tenham orgulho da imagem que está refletida ali, afinal, cada curva, dobra e marca é completamente normal e conta uma história sobre você mesma.

“Toda mulher real tem celulites , estrias, corpos divergentes. Tenha orgulho das suas marcas, porque elas contam sua história. Nossa caminhada, nosso envelhecimento, nossas raízes, nossas diferenças”, diz na publicação.

Leia também: Mãe inspira ao falar sobre as mudanças no corpo após a gravidez

Como melhorar a relação com o próprio corpo?

Respeitar a própria história e tudo o que o corpo já passou é uma forma de melhorar a relação que se tem com ele
Reprodução/Instagram/@eujurangel
Respeitar a própria história e tudo o que o corpo já passou é uma forma de melhorar a relação que se tem com ele

Na teoria pode parecer fácil, mas sabemos que na prática não é bem assim, já que nem sempre essa relação foi positiva. Diante disso, como “virar a chave” e passar a se amar mais e respeitar a própria imagem? “Se você, assim como eu, não teve uma história de amor com seu corpo desde o começo, tudo bem”, escreve Juliana.

“Se você tentou modifica-lo a todo custo, se você se privou e se maltratou, tudo bem, ainda tem tempo de mudar isso. Você não precisa gostar de tudo que fez até hoje, assim como eu não me orgulho de ter feito a bariátrica, mas são as marcas do nosso passado que te transformaram na mulher que você é hoje, e se ela ainda não é todo seu potencial, se permita! Respira fundo e enfrenta! Se joga no mundo, se joga no carnaval!”, completa a publicitária.

Leia também: Thais Carla posta foto nua e dá lição de autoestima: "Todas as gordas no topo"

Nos comentários, mulheres comentam as relações que tem com seus corpos e falam sobre essa dificuldade de mudar o olhar sobre si. “Como eu me arrependo das loucuras que fiz... Ainda não me sinto confortável com meu corpo . Com as celulites... Mas uma coisa eu sei... já não estou disposta a tudo para muda-lo. Tudo que eu faço hoje é pensando no meu bem estar... Se emagrecer ok. Se não... ok também”, escreveu uma seguidora.