Tamanho do texto

Influenciadora publicou foto de uma toalha manchada de sangue menstrual para criticar a forma como propagandas de absorvente retratam o tema

Na sexta-feira, 30, a influenciadora digital Ellora Haonne publicou uma imagem no Instagram de uma toalha manchada de sangue menstrual. “Não é azul”, escreveu na legenda fazendo referência às propagandas de absorvente que representam a menstruação com um líquido azul.

Leia também: Ginecologista explica o que a cor do seu sangue menstrual indica sobre o corpo

Menstruação ainda é tabu

Ellora Haonne compartilha toalha manchada de sangue e critica como propagandas de absorvente retratam a menstruação
Reprodução/Instagram
Ellora Haonne compartilha toalha manchada de sangue e critica como propagandas de absorvente retratam a menstruação

A intenção de Ellora é quebrar o  tabu da menstruação e falar sobre o tema com naturalidade. Afinal, ainda hoje o sangue menstrual é visto como algo “sujo” ou “nojento” por algumas pessoas. Em entrevista recente ao Delas , a ginecologista Caroline Melo Magnani afirma alguns fatores que levam essa perspectiva negativa sobre o tema ainda ser tão comum.

"Quando uma jovem ainda está conhecendo seu corpo, por exemplo, pode ter dificuldade de encarar seu ciclo menstrual como um fenômeno normal e natural. Também pode ser vista como algo negativo se prejudica as atividades normais do cotidiano da mulher adulta”, explica. Apesar de essa visão ser bastante presente na adolescência, ela ainda é muito perpetuada na vida adulta pela falta de conhecimento e orientações básicas a respeito do funcionamento do próprio ciclo menstrual.

Alguns comentários da publicação de Ellora revelam essa dificuldade em naturalizar o sangue menstrual . “Qual a necessidade de mostrar?”, questionou uma seguidora. Outra completou: “Se dá para sermos mais discretas, por que não, né? Eu curto mais ser reservada, sem me expor”.

No entanto, a maioria dos comentários como o debate está avançando e novas perspectivas sobre o tema estão surgindo entre as mulheres. “Que incrível ver que uma coisa que as pessoas têm tanto tabu em falar é tratada normalmente aqui, como deveria ser. É uma coisa tão natural. Deveríamos falar mais sobre isso. Obrigada por tornar isso tão natural”, escreveu uma seguidora de Ellora.

“Caramba, me senti tão bem ao ver isso, quando eu sujo a toalha minhas tias diziam para eu ter higiene e não deixar isso acontecer. Mas, tipo, eu sou mulher, isso é normal. Existe máquina de lavar roupa para isso. É só por a toalha lá depois. Não posso deixar de sangrar e não sentou sendo anti-higiênica”, afirmou outra.

Leia também: Rituais com sangue menstrual chamam atenção nas redes sociais

Ellora Haonne

Ellora Haonne usa as redes sociais para falar de temas ligados ao feminismo e à vivência da mulher, como a menstruação
Reprodução/Instagram
Ellora Haonne usa as redes sociais para falar de temas ligados ao feminismo e à vivência da mulher, como a menstruação

Com mais de 650 mil seguidores, Ellora Haonne é conhecida nas redes sociais por falar sobre feminismo, padrões estéticos e, agora, menstruação . Em dezembro de 2017 a influenciadora digital publicou um vídeo no YouTube intitulado “Tour pelo meu corpo”, que tem mais de 3 milhões de visualizações, onde ela faz um verdadeiro tour mostrando cada detalhe do seu corpo com o objetivo de desmistificar as imagens de corpos perfeitos compartilhadas nas redes sociais. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.