Tamanho do texto

"Nada mais triste do que uma pessoa bonita em uma cadeira de rodas", escreveu Ken Jennings e isso motivou cadeirantes a provarem o contrário

É comum as pessoas usarem as redes sociais para expor aquilo que pensam e muitas vezes não consideram a proporção que uma postagem pode ganhar. O autor americano Ken Jennings ‏é uma prova disso. Em 2014, ele utilizou o Twitter para expor a seguinte opinião: “Nada mais triste do que uma pessoa bonita em uma cadeira de rodas”. Quatro anos se passaram, o tweet ressurgiu e está mobilizando internautas.

Leia também: Mulher com vitiligo se aceita depois de 30 anos escondendo manchas 

Americano diz que não há nada mais triste do que ver uma pessoa bonita em uma cadeira de rodas e pessoas reagem
shutterstock
Americano diz que não há nada mais triste do que ver uma pessoa bonita em uma cadeira de rodas e pessoas reagem


A publicação motivou cadeirantes a postarem fotos de si mesmos mostrando que eles não são dignos de pena e que possuem muito amor próprio. A repercussão está sendo tanta que criaram até uma hashtag que chegou aos trending topics do Twitter neste domingo (22). Por meio da #HotPersonInAWheelchair (pessoa bonita na cadeira de rodas ) é possível encontrar fotos de pessoas que tornam essa limitação física um mero detalhe.


Orgulho de ser cadeirante

As pessoas no Twitter começaram a reagir ao comentário do americano. “Demorei muitos anos para amar e aceitar meu corpo pelo que é – sendo uma cadeirante. Eu me recuso a deixar qualquer pessoa minar o amor que sinto por mim mesma. Ninguém vai afastar minha alegria de mim. Eu sempre serei deficiente e fofa”, expõe uma jovem.


Leia também: Após luta para aceitar o corpo, blogueira mostra como conseguir resultados reais

“Isso está acontecendo porque Ken Jennings se recusou a pedir desculpas por um tweet terrível que ele fez em 2014. Muitas pessoas bonitas estão usando seus dispositivos para subir essa tag orgulhosos por serem cadeirantes . É patético ele não reconhecer seu comportamento errado”, desabafa outra usuária.




O mais impressionante é que pessoas do mundo todo estão aderindo a ideia e usando a hashtag, inclusive os brasileiros. "Um cara falou que "não existe nada mais triste que uma pessoa bonita na cadeira de rodas". Desculpa entristecer vocês com minha foto” postou uma brasileira.

Leia também: Fantasias de Halloween: crianças cadeirantes e suas maravilhosas "máquinas"


Nas postagens, as pessoas estão mostrando que não é triste ver uma pessoa na cadeira de rodas . A resposta para o desagradável comentário de Jennings está sendo uma celebração da capacidade e da força das pessoas cadeirantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.