Tamanho do texto

Lauren Neate foi diagnosticada com alopecia aos 13 anos de idade e se sentia diferente das outras adolescentes da escola por causa da condição que faz a pessoa perder os cabelos e outros pelos do corpo; conheça a história da moça

Lauren Neate é uma estudante da cidade de Bridgend, região Sul do País de Gales, e aos 13 anos de idade, foi diagnosticada com alopecia, uma doença que causa a perda dos pelos do corpo. Como perdeu os cabelos, as sobrancelhas e até os cílios, a jovem sofreu bastante durante a adolescência, sentindo-se fora dos padrões e diferente das demais colegas da escola. Hoje, a jovem está com 20 anos e as coisas estão um bocado diferentes.

Leia também: Saiba como reverter e evitar o bullying, problema comum entre jovens

Jovem com alopecia se torna inspiração nas redes sociais após publicar selfies sem peruca
Reprodução/Instagram
Jovem com alopecia se torna inspiração nas redes sociais após publicar selfies sem peruca

Ao veículo britânico "Daily Mail", a jovem conta que foi muito difícil quando a mãe começou a notar pontos de calvície no couro cabeludo da menina, levando ao diagnóstico de alopecia . "Descobrir que você está perdendo cabelo aos 13 anos de idade é de cortar o coração, senti como se fosse o fim do mundo. Eu via todas as garotas na escola começarem a arrumar os cabelos e brincar com maquiagem e eu me sentia como uma total estranha", afirma.

Na adolescência, Lauren usava perucas sempre que saía de casa, buscando se adequar à aparência das outras pessoas e evitar o  bullying . Segundo ela, as crianças podem ser cruéis e, por isso, o único local no qual ela se sentia confortável em expor a careca era dentro da própria casa. Este ano, porém, Lauren tomou a decisão de publicar uma foto sem a peruca e acabou se tornando uma inspiração nas redes sociais. Com mais de 26 mil seguidores no Instagram, ela costuma receber milhares de elogios nas selfies que posta. Nas legendas, ela escreve sobre estar orgulhosa de si mesma pela superação e autoestima.

"Meu objetivo é mostrar às pessoas que me seguem que você não precisa se conformar com os padrões de beleza irrealistas que a indústria define", diz ela. Nas redes, Lauren tenta ter contato com outras pessoas que sofrem da doença  e tenta ajudá-los a se sentirem mais confiantes na própria pele. "Meu conselho para alguém lá fora com alopecia ou qualquer outra insegurança é tornar isso sua força, não sua fraqueza. Use para ajudar e capacitar outras pessoas ou mostrar para elas que você está feliz em sua própria pele”, conta a moça.

Leia também: Cantora com mais de 200 marcas de nascença inspira luta contra bullying

I guess this is my "get you a girl that can do both" photo 😂😭 ~ If you had showed this to myself 3 years ago I'd never have believed this was me, I was convinced I'd spend the rest of my life pretending my wig was my "real hair" 🙅🏻 Truth is, I've never been happier in my own skin and it's truly amazing what embracing my alopecia has done for my confidence. It breaks my heart when girls message me on here saying how they're struggling, I know exactly how it feels... but it always gets easier 👸🏻 I guess the purpose of this is to say LOVE YOURSELF. Everyone has parts to themselves they don't like/wish they could change. Why not love them instead, they're what makes you unique. Confidence is an act, and it's so much easier when you don't give a shit about other people's opinions, I wish I could tell my younger self that but I can't, so I'm telling you all instead 👼🏼 🙆🏻

Uma publicação compartilhada por Lauren Neate (@laurenneate) em

Aceitação

Lauren diz que seus amigos, familiares e namorado a apoiam nessa jornada e explica o quanto essa etapa é libertadora. "Eu nunca poderia ter imaginado o quão empoderador é tirar minha peruca e realmente não me preocupar com as opiniões dos outros", afirma. "Passei tanto tempo me escondendo, constantemente preocupada quando se fala em cabelo, e agora não me importo. Na verdade, eu rio disso".

Leia também: Americana faz relato inspirador sobre amar seu corpo após sofrer bullying

O próximo passo para a estudante é sair da casa sem usar uma peruca. "Embora eu esteja bastante segura online, ainda não cheguei a uma posição em que eu possa sair da casa sem a peruca, mas eu quero. No momento, estou confortável com o progresso que estou fazendo para aceitar completamente a minha alopecia”, explica. Futuramente, Lauren também quer ter um canal no YouTube para continuar motivando as pessoas usando vídeos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.