Tamanho do texto

Elas eram inseparáveis, mas, Emilly e Roberta do "Big Brother Brasil" acabaram se afastando ao longo do reality. A amizade era verdadeira?

Na madrugada da última segunda-feira (13), o sétimo paredão do “BBB 17” foi formado; Ieda, Emilly e Roberta brigam para permanecer na casa mais vigiada do país. Apesar de ser uma batalha tripla, os holofotes estão quase completamente voltados para Emilly e Roberta. Isso porque, no início do programa, as duas eram inseparáveis, mas alguns acontecimentos da jornada das sisters pelo reality acabaram deixando a relação entre elas balançada.

Leia também: Devemos deixar convicções políticas interferirem na amizade?

Guerra no 'BBB 17': Emilly e Roberta eram mesmo amigas?
Reprodução
Guerra no 'BBB 17': Emilly e Roberta eram mesmo amigas?

Tudo começou quando Emilly se mostrou interessada por Marcos, com quem hoje tem um romance. As duas acabaram se afastando mutuamente; Emilly por ter uma nova companhia e Roberta, por ciúmes da amiga. A situação ficou ainda mais crítica quando Roberta votou na sister por duas vezes: uma para que ela entrasse em um paredão e outra para que ela saísse da casa de vez. Agora, o público está ansioso para ver qual das duas ganha a guerra no “ BBB 17 ”.

Afinal, Emilly e Roberta eram mesmo amigas ou há algo de errado nessa história? Pensando nisso, o Delas preparou uma lista de sinais de que aquela amizade talvez não seja tão verdadeira assim:

Leia também: Amizade com gata "abre mundo" para menina autista

Via de mão única? Não!

Você já deve ter se deparado com aquele tipo de gente que diz estar lá quando for necessário, mas que só quer despejar um caminhão de problemas em suas costas sem nem perguntar se você está bem. Qualquer relacionamento é uma via de mão dupla e é preciso que as duas partes contribuam para que ele seja saudável.

Julgamento disfarçado de preocupação

Sabe aquela pessoa que te sugere uma dieta “porque está preocupada com a sua saúde” em vez de te motivar a se amar mais? Frequentemente, pessoas nos dão conselhos alegando querer nosso bem, mas, na verdade, só estão julgando escolhas contrárias às delas. E nada de julgar suas manias estranhas! Quem quiser estar perto de você, não julgará seus hábitos.

Felicidade alheia incomoda

Amigo que é amigo não se dói quando você é chamado para um bom emprego, resolve fazer a viagem dos sonhos ou conquista aquele objetivo trabalhoso. Quando se gosta de alguém, o normal é torcer para que essa pessoa seja feliz e ajudá-la nesse caminho.

Amigo de papo ou amigo de verdade?

Podemos ter um grupo enorme de conhecidos e nos divertir com eles, mas, normalmente, nem todos estarão lá quando mais precisarmos. É preciso fazer uma distinção entre aquelas pessoas com quem gostamos de conversar, com quem temos afinidade , e aquelas com quem nos sentimos seguros para compartilhar nossas preocupações e que realmente estão ali para nos ouvir e aconselhar.

Leia também: "BBB" levanta polêmica; afinal, engolir esperma faz mal?

E no "BBB 17", qual é a situação?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.