Durante a gravidez o feto tem tudo o que precisa. Todas as suas necessidades são supridas pelo corpo de sua mãe, existe um conforto muito grande nessa situação, mas após o parto, iniciam-se as negações. Tudo ao que ele estava acostumado se foi, suas necessidades passam a não serem prontamente atendidas.

  • Alimento - fome
  • Conforto, frio e calor
  • Carinho
  • Ausência dos pais - solidão

Leia também: Meu filho é manipulador, e agora? Saiba como agir

irmãos
shutterstock
As crianças precisam aprender a ouvir a palavra "não", isso faz diferença na criação

O bebe tem que chorar para conseguir muitas dessas coisas na hora que quer, e geralmente não é atendido, os pais não conseguem sempre "adivinhar" o motivo do choro. O bebe no primeiro ano já sabe o que significa a palavra não, para muitas crianças é a primeira palavra que aprende a falar, antes mesmo de mamãe e papai.

Mas como conseguir dizer "não"?

Atualmente, as crianças vivem a ditadura do prazer, e esperam que todos os seus desejos sejam atendidos, os pais estão sempre correndo atrás porque querem deixar seus filhos felizes. Mas não se enganem, é preciso dizer o não de vez em quando, e os pais sempre sabem quando é preciso.

Dizer não, não é autoritário, é muitas vezes um ato de amor, é preparar para o mundo. Quando você diz não ao seu filho, você esta ensinando a ele o tipo de adulto que espera que ele seja, respeitoso, razoável, paciente.

Um "sim", dito, quando deveria-se dizer "não", só trará uma felicidade imediata. Não trará resultados a longo prazo, resultados para a vida.

Conversando com uma mãe ela me perguntou, como falar não para uma criança de três anos de idade quando ela acorda às duas horas da manhã, pedindo uma coisa que ela não pode ter e apronta o maior berreiro. A mãe extremamente cansada e com sono acaba falando sim para poder dormir, isso é muito ruim?

E se a mesma criança pede para a mãe para usar o iPad, a mãe fala que não, a criança pede mais umas 20 vezes, a mãe continua negando, mas no final, muito cansada acaba cedendo. Isso é muito ruim também?

Não é ruim nem bom, evite o "não" em pequenas batalhas. Evite o "não" que não é cumprido. Quando falar "não", é melhor que o sustente até o fim, ou dê uma boa explicação para o seu filho a respeito de ter mudado de ideia.

Leia também: Seu filho sabe esperar? É necessário ensiná-lo a ter paciência

As crianças não têm condições de tomar decisões sozinhas, é bom que saibam que os pais estão ao seu lado para cuidar e decidir coisas por elas. Quando o "não" é dito por amor não precisa de justificativas.

    Veja Também

      Mostrar mais