Essas crianças são conhecidas por vários nomes: “reizinho da casa”, “pequeno ditador”, “pequeno grande autoritário”, “tirano”, “imperador” e muitos outros nomes que os pais dão aos seus filhos, aos quais, eles não conseguem educar e passam a obedecer.

Leia também: Seu filho sabe esperar? É necessário ensiná-los a ter paciência

criança e pais conversndo
shutterstock
A criança que manipula os pais procura conviver com o adulto de igual para igual, além de fazer birra e insistir para conseguir o que quer

A criança até mais ou menos os dez anos, está centrada em seu prazer e realização de seus próprios interesses e, por isso, muitas vezes ela manipula os pais para conseguir o que quer, um doce, um vídeo game ou a realização de um desejo.

Tem um desses na sua casa? É fácil perceber:

  • Não aceita limites dados pelos adultos
  • Briga quando não consegue o que quer, até conseguir
  • Faz birra
  • Faz pirraça em locais públicos
  • Não aceita a hora de dormir
  • Reclama para ir à escola
  • Procura conviver com adultos de igual para igual
  • Não controla seus impulsos

A sociedade vem mudando bastante, os pais perderam muito de seu poder dentro de casa, porém não foram as mães que se tornaram mais poderosas, foram os filhos.

Leia também: Meu filho é sempre "do contra", o que fazer?

Já ouvi várias vezes pessoas dizendo, "quando eu era criança o meu pai escolhia a parte do frango que ele comia, e nós, os filhos,  comíamos o que sobrava" hoje é o filho que escolhe primeiro qual a parte que ele vai comer, e os pais, muito felizes porque seus filhos escolheram o que queriam, contentam-se em comer o resto.

A criança manipuladora não teme os pais, os professores, os irmãos mais velhos, ninguém.

Os pais dessas crianças são permissivos, não sabem dizer não, sentem-se culpados, tem medo de não serem amados e a maioria percebe que está sendo manipulado, mas colocam-se no mesmo nível do filho e não conseguem reagir.

Os pais devem lidar com as situações diárias como adultos, coloque as regras sem ambivalência, não de margem a interpretações, seja firme, mostre que ama o suficiente o seu filho para brigar por algo que traga benefício a ele, dê a oportunidade ao seu filho de aprender a forma correta de se comportar, ensinado a ele essa maneira.

Acima de tudo os pais devem manter sua identidade como pessoas, não somente como pais. Você pode acabar sendo identificado não por quem você é, mas como pai de fulano ou sicrano.

Leia também: Saiba como os problemas do casal podem afetar os filhos

A criança pode fazer o que quiser, chorar, berrar, espernear, mas você como responsável por ela é que tem que ter o controle da situação

Você logo percebe na sua vida adulta quem é manipulador , vai querer criar um filho assim? 

    Veja Também

      Mostrar mais