Tamanho do texto

A colunista Mônica Cruz explica aos pais porque é importante deixar o filho errar e indica maneiras de como os pais poderão fazer isso

Errar é humano, essa é umas das frases mais clichês que existe, clichê e muito verdadeira, erramos e muito, começamos a errar bem pequenininhos e continuamos pela vida inteira.

Leia também: Como escolher a melhor escola para o seu filho?

birra arrow-options
shutterstock
Por que é importante deixar as crianças errar?

Se errar é tão comum assim, porque sofremos tanto quando acontece? Sofremos porque somos criados para não errar, para acertar sempre, porque quando somos crianças nossos pais não nos ensinam a superar a dor e o sofrimento de quando erramos, eles resolvem nossos erros, passam por cima disso, então crescemos não sabendo como lidar com isso.

Deixe seu filho errar

Sim deixe seu filho errar, deixe ele saber que não é perfeito, ele é só humano. Como pais tentamos proteger nossos filhos de tudo de ruim que possa acontecer, tomamos cuidado para que não se machuquem, não sofram violência, e não façam coisas erradas, mas vão fazer, e devemos deixar que façam, essa é uma outra frase clichê, " com os erros eles vão aprender", e vão mesmo.

Só que cada vez mais estamos superprotegendo nossos filhos e tirando a capacidade deles de aprenderem com seus próprios erros, e é muito perigoso considerar-se invencível.

Todos os dias as crianças se deparam com decisões que podem gerar erros e acertos, e tudo bem, porém quando decidimos por eles para que não tomem a decisão errada, estamos cerceando sua capacidade de errar e aprender.

Quando uma criança erra, ela deve ser ensinada que não deve se envergonhar, ela tem que enfrentar e fazer de maneira diferente da próxima vez.

Uma criança de três anos, mesmo alertada de que não deve comer limão, e coloca o limão na boca, vai sentir o azedo e ter uma sensação ruim, porem vai aprender que da próxima vez, deve fazer de maneira diferente.

Essa criança aprendeu com seu erro, se no mesmo caso a mãe correr tirar o limão da mão da criança, ela não vai cometer o erro dessa vez, mas não vai aprender nenhuma lição.

Quando nos tornamos adultos, na maioria das vezes não ha ninguém para " correr e tirar o limão da nossa mão" erramos, o problema é que crescemos sem aprender a como lidar com nossos erros, e nos tornamos adultos fracos, adultos que não sabem lidar com situações difíceis, que estão sempre esperando alguém para ajudar, nos escondemos atras de sentimentos de tristeza e desamparo, quando na verdade só não aprendemos o básico pra nos defender.

Deixe seu filho errar, deixe seu filho acertar, não mantenha a criança dentro de uma bolha de felicidade, se você criar assim seu filho, quando ele crescer vai descobrir que essa bolha não existe, e não vai saber se posicionar em frente as adversidades.

Crianças superprotegidas são crianças despreparadas, crianças incapazes, inseguras, infelizes, prepare seu filho, deixe ele aprender errando, mostre alternativas, acredite que ele consegue.

Leia também: Meu filho é muito competitivo: isso é bom ou ruim?

As crianças são bem mais fortes do que pensamos, não seja um pai fraco, acima de tudo seja um pai.