Tamanho do texto

Psicanalista diz que dar bons exemplos e impor limites são as principais atitudes que os pais devem ter para evitar consumo excessivo

Ser consumista não é um privilegio dos adultos, as crianças também estão cada vez mais consumistas crianças sofrem cada vez mais estímulos desde as mais tenra idade para consumir, independente da idade, da classe social, do nível cultural, e principalmente independente da real necessidade.

Leia também: Por que crianças mentem?

criança em loja de brinquedo arrow-options
shutterstock
Dar exemplo e colocar limites são as principais dicas para evitar crianças consumistas

As crianças são bombardeadas com propagandas através da televisão, de tablets, dos smartphones, quando vai ao cinema, ao teatro, ao shopping center, ou seja, o tempo todo, e isso se reflete na sua vontade de consumir, de desejar o produto anunciado, de achar que aquilo que ela viu na propaganda deve ser bom pra ela e que ela precisa daquilo.

Mas, como evitar que seu filho se torne uma criança consumista?

Primeiramente voltamos a bater na mesma tecla, criança segue exemplo, se você for consumista, as chances são grandes de seu filho ser também.

Além de não dar maus exemplos, quais outras coisas podemos fazer?

Pequenos atos podem trazer grandes resultados, quando os pais começam a querer dar aos filhos tudo que não tiveram, eles estão começando a criar um filho que não tem limites perante as compras, crianças que se acostumam a ter tudo o que querem, e querem cada vez mais.

Diga a verdade ao seu filho a respeito das compras, quando passar em frente a uma loja e ele pedir para comprar algo que você não vai comprar, não diga a ele "na volta a gente compra", diga a verdade "não vou comprar", " você não precisa", "não tenho dinheiro", " você já tem isso", mas seja qual for o motivo, diga a verdade

As crianças observam tudo, então se você disser "não vou comprar, não tenho dinheiro" seu filho vai observar se você comprar outras coisas, e ele vai saber que você mentiu, diga a ele “não tenho dinheiro para isto, meu dinheiro é para outra coisa".

Leia também: Os pais e a dificuldade de entender o que os filhos querem

O que é o consumo desenfreado ? É o preenchimento de uma necessidade de satisfação, o "porque" dessa necessidade é uma característica particular de cada criança, pode ser carência, tristeza, solidão, ansiedade.  Pode haver muitos motivos, você pode consultar um especialista para tentar descobrir, porém, se isso não ocorrer, ainda assim há várias coisas que podem ajudar.

Todos nós, em graus maiores e menores temos necessidade de satisfação de prazer, comprar dar prazer, comer dar prazer, muitas coisas nos dão satisfação nos dão prazer, então podemos ensinar e estimular outras fontes de satisfação aos nossos filhos.

Ensine a criança a ter satisfação ao realizar uma pequena tarefa, praticar um esporte, jogar um jogo, ouvir musicas, coisas simples que podem ser muito prazerosas.

Ensine também que as vezes o que ela pedir ela não vai ter, e deixe que ela lide com esse frustração, isso só vai fazer bem a ele

crianças com presentes arrow-options
shutterstock
Evite dar presentes sem necessidade aos filhos

Converse com o seu filho sobre a real necessidade do " produto" que ele quer comprar, ensine a criança a lidar com o dinheiro e explique que nem sempre temos o suficiente para comprar o que queremos, e que outras vezes temos o suficiente mas não devemos comprar porque não precisamos,  e que mesmo assim, tudo bem

Não compre coisas para seu filho para deixá-lo feliz, não dê dinheiro ou presentes inúteis como recompensa de algo que ele fez, não de presentes para compensar sua ausência.

Leia também: Existe hora certa para elogiar os filhos?

Estabeleça limites de consumo em todos os lugares, supermercado, feira, loja de brinquedos, lojas de doces, e atenha-se aos limites estabelecidos. Evite passeios por grandes centros consumistas, para que despertar na criança o desejo de estar em lugares cujo o principal objetivo é o consumo

Dar ao seu filho amor e limites ainda é o melhor remédio.