Tamanho do texto

Colunista do Delas dá conselhos aos pais sobre como educar os filhos

Muitas vezes nos perguntamos se o que o nossos filhos estão fazendo é certo ou errado, se devemos deixar ou não, se é aceitável.

IMAGINE SEU FILHO FAZENDO A MESMA COISA COM OUTRAS IDADES?

criança emburrada arrow-options
shutterstock
Impor limites na infância é importante para o futuro dos filhos

Leia também: E se bebês tivessem dentes? Fotógrafa viraliza com fotos engraçadas

Bem, alguns comportamentos são tao óbvios que quase todos os pais concordam, porém certos comportamentos dos filhos muitas vezes nos deixam em dúvida, se estão ou não dentro de nossos limites e dos limites sociais.

Claro que não ha regras fixas e cada pai educa da maneira que lhe parece mais correta, mas quando fica difícil até para os pais definir esses limites, que tal pensar se esse comportamento seria aceitável quando seus filhos tiverem outra idade.

Seu filho faz birra com a comida? Chora na hora de ir para a escola? Vira a cara e não cumprimenta alguém conhecido? Faz escândalo e não quer devolver os brinquedos dos amigos?

Vamos tomar como exemplo o seguinte comportamento, seu filho encontra um amiguinho e eles brincam juntos com o brinquedo do amiguinho, no final da brincadeira seu filho não quer devolver o brinquedo, grita, chora e quer levar o brinquedo com ele para casa, isso é aceitável?

Agora imagine seu filho adulto na mesma situação, ele encontra um amigo que esta com um drone, o amigo mostra ao seu filho como é que se maneja o drone e ele até permite que seu filho use um pouco o drone, na hora que se despedem seu filho querer levar embora o drone do amigo, isso é aceitável?

Claro que não, e é isso que deve ser dito ao seu filho quando criança, ele não pode ficar com o brinquedo do amigo, em nenhuma hipótese faça concessões, porque fazendo concessões voce estará reforçando para seu filho a ideia de que o choro, a birra, o grito e qualquer outro comportamento inadequados usado para convencimento dos pais é aceitável e que alem disso, através desses comportamentos ele conseguira alcançar seus objetivos.

família arrow-options
shutterstock
pais se preocupam como é a melhor maneira de educar os filhos

Mas e se ele chorar, gritar, espernear e até mesmo a mãe do amigo que ja esta acostumada com cenas desse tipo, acabar cedendo para evitar maiores constrangimentos e tentar convencer o filho a deixar levar o brinquedo tentando acabar com a cena desagradável?

Bom, isso vai acontecer uma ou algumas vezes, mas o pai deve manter-se firme em sua decisão, frustar a criança faz parte do processo de aprendizagem e crescimento, somente assim a criança ira perceber que esse é um limite rígido, ou seja, não ha negociação, ela ira aprender a lidar com essa frustração na infância e não se tornara um adulto que não aceita ouvir a palavra não.

O medo do pai em dizer não, esta ligado ao fato de que muitos pais acham que ao dizer não aos seus filhos, eles deixarão de ama-los ou amarão menos, então acabam dizendo sim, quando na verdade deveriam dizer um grande não.

Não deixe que sua necessidade de ser amado, transforme seu filho em um adulto fraco, os filhos amam os pais e continuarão amando mesmo ouvindo alguns " não" de vez em quando, de amor aos seus filhos, dar limites é uma forma de dar amor também.

Leia também: Gestante pede para amiga trocar nome de cachorro para ela usar na filha

É bem difícil estabelecer limites na infância, mas sera bem mais difícil fazer isso na adolescência e vida adulta.