Pintar a casa é uma ótima forma de renovar o cômodo sem precisar trocar os móveis ou objetos de decoração . Além de ser uma maneira de dar uma cara nova ao ambiente, é uma atividade prazerosa e divertida para quem coloca a mão na massa. Para conseguir um bom resultado, é interessante dominar algumas informações e dicas que fazem toda a diferença. 

mulher com tintas
FreePik
Escolher o tipo de tinta adequado e fazer os movimentos com o pincel na direção correta fazem a diferença na hora de pintar a parede

Pensando nisso, Isabela Caserta, designer de produto da MadeiraMadeira, selecionou algumas dicas para quem planeja pintar a casa. Confira:

Cor ideal

O primeiro passo é escolher a nova cor da parede. Para isso, vale lembrar que não há certo ou errado nesse momento. É importante que o tom escolhido deixe o espaço acolhedor, refletindo a personalidade e o gosto de cada um. 

Por isso, Isabela sugere que ao pensar nas cores que quer dar a cada ambiente, pense sobre os seus próprios gostos. “Alguns passos que podem ajudar no momento da escolha como refletir sobre as cores preferidas, as que associa à memórias boas e felizes. Depois de escolher algumas opções de cores, analise os móveis e objetos que já tem no ambiente, pensando com qual delas mais combina para criar o match perfeito”.

Referências também são importantes! Busque nas redes sociais e plataformas de inspiração cômodos com a cor que deseja pintar.

Atenção aos tipos de tinta

A designer explica que existem diferentes tipos de tinta no mercado, cada um é mais adequado para um tipo de ambiente ou tem características específicas para dar um efeito diferente na pintura.

  • Tinta látex

Tem acabamento fosco e é indicada para áreas internas e secas. Não é muito resistente ao sol, à água ou ao grande fluxo de pessoas. Para limpar, basta utilizar um pano úmido. 

  • Tinta acrílica

Esse tipo de tinta tem acabamento fosco, semibrilho ou acetinado. É indicada para externas ou internas que necessitam de uma tinta mais resistente. Ela é impermeável, o que possibilita usar em cozinhas ou lavabos. É possível lavar sem comprometer a aparência.

  • Esmalte sintético

Essa tinta tem acabamento fosco, mas é mais comum usá-la na versão acetinada. Após a aplicação, é formada uma película sobre a área. É recomendada para a pintura de madeira ou ferro. Se usada em paredes, pode formar bolhas indesejadas. 

  • Tinta a óleo

Tem acabamento fosco ou brilhante e uma base oleosa que contribui para impermeabilizar a superfície onde é aplicada. É extremamente durável e aplicável em paredes, madeira ou ferro.

Além da tinta

É preciso comprar alguns materiais além da tinta para uma pintura adequada. Isabela indica comprar um pincel para acertar os pequenos detalhes, rolo para pintar áreas maiores, bandeja para pegar a quantidade certa de tinta, além de fita para proteger rodapés e teto. 

Dicas para não errar

“Antes de começar a pintura é necessário checar algumas condições”, orienta. Veja:

  • Estado da parede

“Verifique se a parede está uniforme e sem buraquinhos. Caso não esteja, a massa corrida é indispensável para deixá-la uniforme antes de aplicar a tinta escolhida”, ensina.

  • Temperatura e umidade do ar

Isabela fala que é importante se atentar à previsão do tempo. “Evite pintar em dias muito úmidos, pois a secagem vai demorar muito mais. Dias quentes demais também podem dificultar a pintura e causar manchas na parede”, diz. A dica é usar a umidade do ar como parâmetro: se ela estiver entre 10% e 14%, o dia está perfeito para a pintura.

  • Limpeza

“Para garantir o melhor resultado, a parede precisa estar limpa para receber a tinta. Por isso, use um pano seco para tirar o pó, água e sabão caso estejam sujas e, em caso de mofo, aplique a água sanitária”.

  • Proteção do piso e móveis

“Lembre-se que a pintura é apenas na parede”, fala. Por isso, é importante proteger o piso com papelão ou jornal, retirar a proteção das tomadas e interruptores, e usar um lençol que para cobrir os móveis que estejam por perto. 

  • Movimentos para pintura

“Comece pintando os cantos com o pincel e depois use o rolo em movimentos de ‘N’ para pintar todo o resto da parede. Geralmente, duas camadas de tinta são o suficiente para garantir uma parede linda”. 

    Veja Também

      Mostrar mais