Você sabia que é possível mudar a decoração dos cômodos de forma rápida, fácil e sem gastar muito? Hoje em dia, não é necessário passar por grandes reformas para transformar e dar uma repaginada no visual da casa. Isso porque, além do papel de parede, outro item que pode ser utilizado é o adesivo de parede.

Leia também: 6 ideias baratas de decoração para mudar o visual da sala sem gastar muito

adesivo de parede
Reprodução/QCola
Adesivo de parede à esquerda, à venda no QCola, custa R$ 48 (tamanho único); opção à direita custa R$ 99 (tamanho único)

A grande facilidade do adesivo de parede é que pode ser aplicado onde desejar. O primeiro passo para escolher o desenho ideal é identificar o estilo decorativo que lhe agrada ou pensar em algo que já se encaixe no décor. “Assim, poderá escolher entre alguns estilos, com adesivos maiores ou menores, coloridos ou preto e branco”, diz Marcos Lopes, CEO do QCola.

Segundo Dafne Schaalmann Villalta, criadora do ateliê Primeiro Quarto, existem adesivos para todos os gostos. “As opções vão dos mais clássicos aos mais modernos. Veja o estilo dos móveis e as cores do cômodo para escolher melhor”, pontua ela, que recomenda ter em mãos as medidas da parede não comprar o item na dimensão errada. 

Em relação ao local de aplicação, a dica é deixar na parede mais visível do ambiente, que os moradores e os visitantes possam vê-lo por completo. Outra opção é escolher a superfície que você mais gosta, mas que tenha visibilidade. Dessa forma, conseguirá se sentir confortável ao ver o ambiente com a sua personalidade.

Outro ponto é que, ao identificar o estilo do cômodo, é possível escolher um adesivo que se encaixe melhor. “Dá um toque especial e, ao mesmo tempo, mantém a originalidade do ambiente”, diz o profissional do QCola. 

Leia também: 6 tendências de papel de parede para inovar na decoração e mudar os ambientes 

Para uma pessoa mais discreta, vale apostar em adesivos menores e com linhas mais finas, que não tenham tanto destaque. “Existem muitos adesivos pequenos e com cores discretas, com as bolinhas, triângulos que ficam lindos quando espalhados pelas paredes”, destaca Dafne.

Já quem prefere opções mais chamativas, vale investir em desenhos coloridos, com linhas mais grossas, como, por exemplo, um modelo de mandalas. No caso de um quarto de bebê, dá para trazer uma forma em que o pequeno vai interagir. “Os temas de natureza são sempre muito alegres e trazem cores e vida aos quartos”, pontua Dafne. 

Em relação aos preços, o consumidor consegue encontrar modelos de diversos valores, inclusive na faixa de R$ 30. Em alguns casos, há até opções mais baratas. O importante é avaliar se adesivo escolhido é realmente do seu gosto e, a partir disso, verificar se o preço está dentro do orçamento previsto.

O que você deve saber antes de aplicar o adesivo de parede

adesivo de parede
Reprodução/QCola
Adesivo de parede (esquerda), à venda no QCola, custa R$ 34 (tamanho pequeno); opção à direita custa R$ 47,72

A parede onde o adesivo vai ser aplicado precisa ser lisa, ou seja, sem nenhum tipo de textura. “É sempre bom passar um pano seco antes de iniciar a aplicação”, orienta Dafne. Para aplicá-lo com facilidade, utilize uma espátula e retire a película com cuidado. se for pintar a parede antes, o ideal é esperar até uma semana para a instalação do desenho. 

Leia também: Decoração de Natal: 6 ideias criativas e baratas para você fazer em casa

No geral, além dos cuidados acima, lembre-se identificar a sua personalidade, antes de tudo, ao escolher o adesivo de parede . “Comece pensando se quer um tema específico ou se prefere algo mais geométrico, por exemplo. Depois pense nas cores que mais agradam e, a partir daí, é só soltar a imaginação”, finaliza Dafne. 

    Leia tudo sobre: casa

    Veja Também

      Mostrar mais