Tamanho do texto

Segundo arquitetos, unir beleza e segurança para proteger os mais vividos é possível com pequenos detalhes. Veja ideias e saiba como iniciar a reforma

A idade chega para todos. Com ela, os problemas de visão, as dores nas costas e a falta de equilíbrio. Às vezes, proteger quem está na terceira idade parece difícil, mas alguns retoques na decoração do lar já fazem a diferença. Para os arquitetos do escritório Carmem Avila Arquitetura, escolhas básicas ajudam a combinar segurança e beleza na casa do idoso.

Leia também: Como decorar o quarto do bebê e dar um "up" no canto do irmão mais velho

Para evitar acidentes, algumas recomendações de arquitetos fazem diferença na hora de decorar a casa do idoso
shutterstock
Para evitar acidentes, algumas recomendações de arquitetos fazem diferença na hora de decorar a casa do idoso


Aos que sofrem com problema de visão, por exemplo, uma casa banhada de luz natural facilita o dia a dia. "Portas e janelas devem ser grandiosas para oferecer o máximo de luz dentro da  casa do idoso . Para complementar, na pintura das paredes, recomendo optar pela cor branca ou mesmo seguir uma paleta de tons claros", afirma a arquiteta Carmem.

A profissional recomenda ainda a instalação de pontos de luz nos corredores e locais de muita circulação. Ela lembra que lâmpadas na altura do rodapé, além do teto, ajudam a evitar quedas. E, pensando nisso, outra dica relevante é evitar desníveis e escadas pelo espaço. “Caso não tenha outro jeito, colocar sinalização e apostar em pisos antiderrapantes, com corrimão à altura de 90 cm, é uma alternativa”, defende a Carmem.

Leia também: Guindaste "esconde" um apartamento de dois quartos em Amsterdã; veja fotos

Para idosos que precisam da ajuda do andador para locomoção, a arquiteta afirma que outro cuidado básico é o de escolher a porta da residência para a passagem não ficar apertada. A recomendação, segundo ela, é considerar um espaço de 90 cm. Porém, caso isso seja impossível, diminuir o vão para 80 cm não atrapalha tanto.

A casa do idoso precisa ter a cara dele

Tapetes presos embaixo do sofá ou das poltronas é uma forma de deixar a casa do idoso mais segura, segundo arquiteta
shutterstock
Tapetes presos embaixo do sofá ou das poltronas é uma forma de deixar a casa do idoso mais segura, segundo arquiteta


Embora todas as dicas dos profissionais visem o conforto e a segurança dos idosos, é preciso entender que eles também têm gostos que precisam ser respeitados. Muitas mulheres, por exemplo, gostam de espalhar tapetes pela casa. A ideia, segundo especialistas, não é tão indicada pelo risco de quedas. Ainda assim, sempre dá para dar um jeitinho.

Nestes casos, a arquiteta Cris Paola sugere tapetes grandes e diz que eles devem estar embaixo do sofá com as pontas fixadas com fitas antiderrapantes para evitar problemas.

Outros detalhes que geralmente agradam as senhoras de mais idade são as prateleiras e armários. Segundo a especialista, um jeito de mantê-los na casa sem perigo é seguindo a altura dos idosos, para que não precisem se esticar ou subir em escadas quando forem pegar objetos.

Leia também: Decoração de interiores tem tudo para ficar mais ousada em 2019

De todos os cômodos da casa do idoso , o campeão em causar acidentes é o banheiro. Por esse motivo, Carmem acredita que o espaço merece mais atenção na hora da reforma. Segundo ela, investir em instalação de barras de apoio e assento para banho são precauções básicas a serem tomadas. "Considere instalar as barras de segurança também no lavatório e bacia sanitária, que deve ser um modelo mais alto que o padrão", aconselha a profissional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.