Tamanho do texto

Arquiteta que projetou os dormitórios dos filhos de Alexandre Nero conta quais foram suas apostas e mostra que o segredo é abusar da criatividade

Criatividade, planejamento e organização não podem faltar na vida dos pais de duas crianças. Quando a decisão é decorar quartos diferentes para cada uma delas, então, nem se fala. Quem passou por isso há pouco tempo foi Alexandre Nero e sua mulher, Karen Caiado. O segundo filho do casal nasceu no dia 17 de setembro e os dois acharam que seria justo elaborar algo especial para o quarto do bebê, assim como fizeram com a chegada do primogênito.

Leia também: Quarto de menina ganha "guarda-roupa mágico para outro mundo"

Alexandre Nero queria que o quarto do bebê fosse moderno, mas não deixasse de parecer um espaço para criança
Divulgação
Alexandre Nero queria que o quarto do bebê fosse moderno, mas não deixasse de parecer um espaço para criança


A arquiteta Darliane Carvalho, contratada para o projeto, conta que pensou em investir no que está em alta no mercado e priorizou a pegada do industrial através da mistura do aço, com o uso de materiais naturais, que no caso são representados pelos amadeirados. A ideia era deixar o quarto do bebê moderno, mas sem perder a cara de um espaço feito para crianças. 

“O diferencial do espaço ficou na praticidade e funcionalidade”, garante Darliane, que escolheu os móveis seguindo a referência do estilo escandinavo, conhecido por apostar no que é básico e minimalista. Além disso, a profissional diz que levou em consideração a busca pela brasilidade, alcançada com móveis de linhas retas e uma paleta de cores mais neutra.

Leia também: Pais criam cama inspirada em "Star Wars" para que filho durma sozinho

O berço de Inã tem um sistema pneumático antirrefluxo e não parece, mas se transforma em uma mini cama. As cores intensas e atuais, como o terracota e o amadeirado, marcam presença na poltrona e na cômoda de linhas retas e nichos, ajudando a deixar o ambiente predominantemente preto e branco mais aquecido. Se você pensa em decorar o quarto do seu filho, a profissional garante que seguir essa dica pode ser uma boa ideia.

Além do quarto do bebê: filho mais velho também deve ser lembrado

Diferente do quarto do bebê, o espaço de Noá conta com uma pista de carrinhos e a cama tem o formato de
Divulgação
Diferente do quarto do bebê, o espaço de Noá conta com uma pista de carrinhos e a cama tem o formato de "casinha"


O quarto de Inã não foi o único que seguiu um projeto da arquiteta Darliane Carvalho. Para renovar o espaço de Noá, o filho mais velho do casal de artistas, a profissional recebeu a missão de transformar o local em uma mini cidade em que o pequeno pudesse percorrer com seus carrinhos, assistir seus desenhos preferidos, ter acesso a seus livrinhos e desenhar. Reunir tudo isso sem ocupar muito espaço era um desafio, mas deu para colocar em prática.

“Ficou lúdico e a distribuição da funcionalidade abriu espaço para as brincadeiras de um jeito prático, moderno e funcional”, afirma a arquieta, que procurou atender ao pedido dos pais ressaltando a diferença de idade das crianças entre a decoração de um quarto e outro.

Leia também: Como organizar os brinquedos das crianças? Confira 7 ideias 

Para deixar o quarto do bebê mais animado, ela conta que escolheu uma cama que encaixasse debaixo do armário para formar uma “casinha”. As paredes também fizeram parte dessa aposta e viraram pistas de carrinho, de um jeito simples de fazer. Se você pensa em deixar o dormitório do seu filho mais lúdico , seja criativo e invista nos brinquedos ou desenhos que ele gosta. Noá, por exemplo, é apaixonado por carros e ficou tão feliz com as mudanças que nem quer mais dormir com os pais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.