Uso de limão, ácido, bicarbonato e outros truques difundidos na internet  para clarear axilas podem causar danos à pele
Reprodução: Alto Astral
Uso de limão, ácido, bicarbonato e outros truques difundidos na internet para clarear axilas podem causar danos à pele


Você já deve ter visto no Tik Tok ou outras redes sociais alguns truques para clarear as axilas em casa. Entre as substâncias recomendadas nesses tutoriais estão o limão, o bicarbonato de sódio e ácidos. Contudo, antes de cair na tentação de experimentar essas receitinhas, é bom ver o que dizem os dermatologistas. Assim evita-se danificar a pele e a consequente piora da aparência das manchas.

Segundo a dermatologista Paola Pomerantzeff, para clarear axilas manchadas ou evitar o surgimento de manchas, é indicado, em primeiro lugar investir em medidas que vão impedir o escurecimento dessa região. A prevenção pode ser feita evitando fatores que vão irritar a pele da região e causar seu escurecimento, como o atrito.


“O atrito frequente leva ao espessamento da pele, que acaba escurecendo. Isso pode ocorrer em qualquer pessoa, porém, aquelas que possuem síndrome metabólica (pré-diabetes ou diabetes) ou pele mais morena, são mais afetadas”, explica a médica, que recomenda o uso de roupas arejadas que não causem atrito na região como medida adicional para evitar o problema.

Leia Também

Outra medida preventiva recomendada pelos especialistas é diminuir a frequência de procedimentos agressivos como a depilação com cera, que, durante a retirada dos pelos, também remove cerca de 36% da pele. “Como resposta a essa agressão, ocorre um processo inflamatório com aumento na produção de melanina e consequente formação de manchas. O mesmo acontece com as lâminas, que provocam um microtrauma ao retirar a camada natural de oleosidade que protege a pele", diz o dermatologista Abdo Salomão Jr.

Segundo o médico, a cera tende a ser pior que as lâminas, pois, além da tração, a pele também sofre com a alteração térmica. Por isso, é sempre importante aplicar produtos calmantes e reparadores na região após a depilação. 

Produtos apropriados para a região das axilas

Outra recomendação dos dermatologistas para evitar o surgimento de manchas nas axilas é prestar atenção na composição do desodorante. Alguns produtos contêm com substâncias irritantes em sua fórmula, que podem levar a formação de manchas na região.

“O alumínio, por exemplo, muito usado nas fórmulas de desodorante por obstruir o ducto das glândulas sudoríparas e inibir o suor, pode causar sensibilidade na pele, assim como o álcool e o bicarbonato de sódio, que contêm propriedades de absorção de umidade e neutralização de odores nas axilas, mas podem secar e irritar a pele sensível”, afirma o dermatologista  Daniel Cassiano.

Quem já sofre com as manchas nas axilas pode apostar em cuidados para combatê-las, incluindo o uso de cosméticos clareadores, formulados para proteger os melanócitos e reverter hipercromias para garantir uma pele mais luminosa, com tom mais uniforme. Outra maneira efetiva de tratar essas alterações é a realização de sessões de tratamento laser. Neste caso, vale mais a pena consultar um profissional qualificado do que seguir conselhos de influenciadores na Internet.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários