“Efeito Avril Lavigne”: o que contribui e atrapalha para manter a pele jovial

A artista é conhecida por “não envelhecer”; além da genética, a alimentação e cuidados são importantes para manter a pele jovem e bonita

A artista impressiona por estar sempre com aparência jovem
Foto: Reprodução
A artista impressiona por estar sempre com aparência jovem

A aparência da cantora Avril Lavigne sempre impressiona e viraliza na internet. Isso porque a artista não aparenta – pelo menos, não visivelmente — o envelhecimento da pele (o que já rendeu até teoria da conspiração sobre a cantora). Além da genética, outros fatores também contribuem para que a pele permaneça com a aparência jovem

A partir dos 25 anos, a produção do colágeno diminui, limitando também a capacidade proliferativa dos fibroblastos, acelerando o processo de envelhecimento da pele. "O que mais incomoda é a perda de contorno e volume facial, dando o aspecto de derretimento. O colágeno é importantíssimo para garantir a aparência jovem e saudável da pele, junto com a elastina conferem elasticidade e firmeza”, conta a dermatologista Laís Leonor, da clínica André Braz


Muito do envelhecimento tem a ver com a idade biológica, como explica Leonor. "A genética é responsável por apenas 40% da elasticidade da pele, enquanto os outros 60% são determinados por fatores como hábitos e ambiente. Ou seja, o estilo de vida e o cuidado constante são determinantes", conta. A exposição à poluição atmosférica, tabagismo, pouco sono e nutrição colaboram para o envelhecimento precoce .

Para retardar esse efeito, Leonor diz que procedimentos que estimulam o colágeno e melhoram manchas e rugas ajudam. "A combinação de técnicas como o laser, preenchimentos e o uso da toxina botulínica para as rugas também pode ser indicada para quem se sente incomodada com a pele", diz.

A dermatologista Ana Paula Fucci explica que a toxina botulínica não oferece risco algum à pele. "Ela atua prevenindo ou tratando as rugas dinâmicas através da diminuição da movimentação muscular", afirma. A especialista ressalta que somente o botox não adianta, e que dependendo da faixa etária é necessário tratar a qualidade da pele com procedimentos no consultório médico ou com uma rotina de skincare


Foco na alimentação 


Não sabemos quais os procedimentos estéticos que Avril Lavigne utiliza, mas a cantora segue uma ótima alimentação, como já falou algumas vezes.A nutricionista Joice Oliveira conta que a falta de nutrientes e excesso de radicais livres promove esse envelhecimento, e que é possível amenizar o efeito com uma boa hidratação e consumo de alimentos antioxidantes. A dica da especialista é incluir água de coco e chás variados durante a rotina. 

Você viu?

Fucci explica que a radiação solar é um dos fatores externos que contribui para o envelhecimento precoce, além do estresse, uso frequente de bebidas alcoólicas e alimentação rica em carboidratos. "Para manter a saúde da pele, o uso do filtro solar é essencial desde a infância. Também é importante manter a pele hidratada e alimentação balanceada", diz. 

Os alimentos industrializados são os que menos devem ser consumidos. Refrigerantes, temperos artificiais, biscoitos com gordura hidrogenada e produtos com teor muito alto de açúcar refinado têm potencial inflamatório. Substitua os industrializados por batata-doce, cenoura, couve manteiga, uva vermelha e quinoa.

"Os alimentos amarelo-alaranjados são indispensáveis para uma pele bonita", acrescenta. Por isso consumir mamão, laranja, kiwi, limão e frutas vermelhas variadas auxiliam a manter a pele jovem. As vitaminas C e A também colaboram! 

A profissional diz ainda que a produção de colágeno também é estimulado pelo consumo de proteínas de alto valor biológico. "São elas que tem maior importância na formação do colágeno e essas proteínas estão presentes nas carnes, frango, peixe e ovos. Porém, para essa formação de colágeno, temos diversas vitaminas e minerais participando desse processo e é nesse momento que se torna interessante e eficiente acrescentar frutas na alimentação".