Quem não quer ter um cabelo com movimento, sem frizz e saudável? Você e eu também! Mas muitas pessoas esquecem que para ter fios bonitos é necessário seguir diversos cuidados, principalmente com o couro cabeludo, afinal como afirma a dermatologista e tricologista Kédima Nassif, "os fios nascem do couro cabeludo, e, por consequência, herdam dele tanto as qualidades quanto os defeitos”. 

cabelo arrow-options
shutterstock
Cuidar do couro cabelo é essencial para a beleza dos cabelos


Se o couro cabeludo for oleoso, os fios também terão a mesma característica, por exemplo. E a oleosidade pode gerar diversos problemas como: caspa, descamação, enfraquecimento, queda e retardo no crescimento dos fios. 

Leia também: Estresse pode provocar queda de cabelo, quebra, frizz e mais; veja como evitar

Como ressalta a tricologista Veridiana Abud, é do couro cabeludo que vem os nutrientes dos fios. Não tem como pensar em cabelos saudáveis sem cuidar do couro cabeludo. Mas será que você está tratanto bem o seu? Veja dicas para seguir em casa:


Preste atenção na hora da lavagem

lavar o cabelo arrow-options
shutterstock
Até na hora de lavar os cabelos é necessário ter cuidados básicos


Kédima Nassif ressalta que, no banho, é preciso se atentar para a temperatura da água. A água quente demais, por exemplo, "estimula as glândulas sebáceas da região, responsáveis pela produção da oleosidade , que trabalharão mais que o normal", afirma a dermatologista e tricologista.

Além disso, ao lavar os cabelos é preciso enxaguar bem couro e fios para evitar o acúmulo de produtos na raiz do cabelo e o entupimento dos folículos pilosos do cabelo, o que prejudica a nutrição dos fios.


Cuidado com o tipo de shampoo e condicionador

shampoo arrow-options
Freepik/jcomp
Se não forem recomendados para o tipo de cabelo, pode dar problema


Se o produto escolhido não for indicado para o seu couro cabeludo e fios pode estimular um problema existente ou até gerar um. Kédima tem uma dica simples para evitar erros ao escolher os produtos: "Muitas vezes, bons shampoos e condicionadores da mesma linha são uma boa forma de promover bons resultados em um curto espaço de tempo”.


A alimentação também afeta o couro cabeludo

mulher comendo arrow-options
shutterstock
A alimentação é essencial para o corpo e para o couro cabeludo também


Comer alimentos saudáveis não afeta apenas a saúde do corpo como também do couro cabeludo. Para Veridiana, a ingestão de proteínas, vitaminas e minerais de forma balanceada garante o funcionamento adequado do folículo piloso.

Há também os vilões. "Alimentos com alto índice glicêmico, como carboidratos e açúcares refinados, causam um estado inflamatório no organismo, incluindo o couro cabeludo e os fios”, ressalta a especialista. 

Kédima ainda aponta que cada alimento afeta de forma diferente o couro cabeludo. Proteínas como carne, ovos e leite estimulam o crescimento e fortalecimento do fio , como o zinco presente em nozes e frutos do mar, que também reduzem a oleosidade.

Tome cuidado com secadores e chapinhas

chapinha arrow-options
shutterstock
Os aparelhos podem afetar o couro cabeludo


Por causa da temperatura alta, o uso desses aparelhos pode afetar a saúde do couro cabeludo Apesar de existirem produtos para atenuar os efeitos, não há milagre.

Kédima indica manter o secador a uma distância mínima de 30 centímetros da raiz e a chapinha a cerca de um centímetro e meio do couro cabeludo. Além disso, a chapinha não deve ser usada com muita frequência, pois agride os fios e o couro cabeludo.

Leia também: Aprenda a retocar a raiz do cabelo em casa durante a quarentena


Hidratação sempre é bem vinda

hidratação arrow-options
shutterstock
A hidratação para o couro cabeludo é diferente da específica para fios


Com as temperaturas caindo por causa do outono, muitas pessoas podem sofrer com ressecamento do couro cabeludo e a provável descamação. A dermatologista indica procurar produtos específicos que podem hidratar o couro cabeludo sem deixá-lo com aspecto ensebado e nem obstruir os poros do couro cabeludo.

A dica aqui é olhar o rótulo, pois um produto que hidrata os fios não é o mesmo que hidrata o couro cabeludo . Fique atenta! E na dúvida, consulte um dermatologista, mesmo que virtualmente. 

    Veja Também

      Mostrar mais