Tamanho do texto

Steph precisou ficar cinco dias no hospital por causa da "pior reação alérgica" que os médicos já viram e ficou temporariamente cega devido ao inchaço

Em 2015, Steph O’Dell, da Inglaterra, queria mudar o visual para comemorar o aniversário da irmã, Amber. Como as duas iriam viajar para Amsterdam, Holanda, ela decidiu tingir as madeixas em um salão local — mas o resultado não saiu como esperado, já que a tintura de cabelo causou uma reação alérgica severa e ela ficou com o rosto inchado. 

Leia também: Jovem tem reação alérgica inesperada após tingir cabelo e vai parar no hospital

Steph teve uma reação alergica arrow-options
Reprodução/The Sun
A britânica Steph O'Dell teve uma reação alérgica severa à tintura de cabelo que usou em um salão de beleza

Ao The Sun   , Steph conta que ficou temporariamente cega e teve que ir ao hospital às pressas, principalmente porque seu rosto ficou três vezes mais inchado do que o normal. "Foi assustador. Eu estava com muita dor e parecia um alien. Tive muita sorte que não aconteceu o pior. Nunca mais vou usar tintura de cabelo  de novo", diz.

A inglesa já sabia que é alérgica a P-fenilenodiamina (PPD), um ingrediente comum em tintas próprias para tingir os fios. "Fui testada aos 15 anos e, como sabia da alergia , nunca tinha tingido o cabelo. Também não posso fazer tattoos de henna ou tingir minhas sobrancelhas ."

No salão, ela avisou para a profissional que cuidaria de suas madeixas sobre a alergia. "Falei que a tinta não podia conter PPD e mostrei fotos das minhas reações alérgicas anteriores. Ela me assegurou que a tinta era orgânica e que não tocaria meu couro cabeludo."

"Ela aplicou uma pequena quantidade da tinta no meu pulso e limpou o excesso, o que achei um pouco estranho. Porém, como não tive reação, fiquei feliz em continuar e também fiquei estava animada quando sai do salão com a minha nova cor", comenta. 

Leia também: Tinta de cabelo causa reação alérgica e jovem fica parecendo um “monstro”

Tintura de cabelo não era orgânica e Steph teve reação severa

No dia seguinte, o pescoço de Steph começou a coçar e ela pensou que fosse resíduos da tinta na pele, então lavou e aplicou uma pomada para coceira. Ela viajou com a irmã na manhã próxima àquela e foi quando percebeu que o rosto estava começando a inchar. 

"Meus óculos começaram a parecer apertados e parecia que meu pescoço estava pegando fogo. Eu só queria que o inchaço diminuísse. No dia seguinte, minha cabeça estava enorme e um dos olhos estava tão inchado que não conseguia abri-lo. Sentia como se meu rosto e minha cabeça estivessem apertados e coçando muito", relata.

Ao quer que o inchaço não estava diminuindo, Amber ligou para o pai das duas, Simon, que pagou para que as duas pudessem pegar uma avião de volta para a Inglaterra. "Eu precisei segurar em Amber o tempo inteiro, porque eu não conseguia enxergar", diz Steph. 

Leia também: Mulher tem reação alérgica extrema após realizar pigmentação de sobrancelha

De volta à sua cidade natal, ela foi ao hospital para receber a medicação. "As enfermeiras ficaram preocupadas com a minha respiração, já que meu pescoço estava inchado. Eu achei que fosse morrer e tive um ataque de pânico. Minha mãe não me reconheceu."

Ela ficou cinco dias internada e tomando remédios para alergia. Os médicos disseram que essa foi a pior reação alérgica que eles já tinham visto. "Eu parecia um alien e nunca mais vou usar tintura de cabelo de novo. Em vez disso, vou aceitar minha cor natural."

Steph também conta que voltou à Holanda com a irmã para que as duas pudessem aproveitar a viagem que perderam por causa da reação alérgica.