Tamanho do texto

Mulheres de fios lisos e encaracolados podem aderir à moda do cabelo cinza, platinado ou até o branco nórdico total, basta tomar alguns cuidados

Depois que a ideia do  branco nórdico bombou no Instagram, o cabelo cinza e o platinado voltaram a ser assunto — e tendência — no universo da beleza. Porém, sabendo que entre o loiro claro e o cinza há uma gama de tonalidades, também é importante aprender algumas dicas para não errar ao apostar nessa mudança de visual. 

cabelo platinado e cinza
Reprodução/Instagram/cassiskovic
Antes de aderir ao platinado ou ao cabelo cinza, é preciso tomar alguns cuidados para não danificar os fios

Ao Delas , Wesley Nobrega, hairstylist do Allummê by Wesley Nobrega, afirma que platinado é um dos tons mais procurados dentro dos salões de beleza. "Junto com isso, podemos dizer que quem faz um belo platinado consegue fazer qualquer outra tonalidade de cor, como é o caso do cabelo cinza ", complementa. 

Segundo eles, as celebridades também são uma grande influência para a popularidade do loiro e do branco nos cabelos. "Já os profissionais que fazem esse trabalho acabam sendo mais vistos e influenciando as pessoas a quererem fazer essas mudanças para o loiro platinado ." 

Pensando nisso, separamos algumas dicas para quem quer aderir à ideia: 

1. É preciso cuidar dos fios antes de descolorir

"Devemos preparar esse cabelo para receber essa química com reconstruções e hidratações alguns dias antes do procedimento", explica o especialista. Isso porque se o cabelo não estiver em boas condições boas, pode ter corte químico e ressecamento extremo do fio.

Por isso, a dica é invistir em um  cronograma capilar pesado para repor massa, deixar os fios maleáveis e longe da opacidade. Se o seu cabelo é cacheado, esses cuidados são ainda mais importantes, já que pode ser que perca um pouco a curvatura dos cachos com o uso da tinta. 

2. O ideal é descolorir aos poucos

"Você precisa saber que os cabelos platinados precisa ser descoloridos ao máximo pra deixá-los um amarelo bem clarinho. Esse clareamento irá deixar os fios ressecados e até mesmo quebradiços, por isso, temos que ter muito cuidado ao fazer esse trabalho", explica Wesley.

Por causa disso, talvez seja necessário mais de uma sessão para não prejudicar tanto assim os seus cabelos até deixá-los da cor que você quer. 

3. Faça um teste da mecha

Segundo o hairstylist, a descoloração pode ser feito em todos os tipos de cabelo, "desde que seja feito um 'teste da mecha' para saber se realmente o fio está saudável para receber essa química." Esse teste consiste em separar uma mecha para testar a nova cor e verificar os fios conseguem suportar a descolorante e ficam ou não danificados. 

4. Para um cabelo cinza ou branco, é preciso tonalizar

Quando se clareia o cabelo, ele vai ficar mais puxado para um tom de loiro platinado. Por isso, para apostar em outras cores, é preciso matizar com a tonalidade desejada (cinza ou branco, no caso) depois da descoloração. A melhor opção, nesse caso, é usar um tonalizante que dure por até 28 lavagens e não danifica os fios, diferente da tintura permanente. 

5. Não esqueça de hidratar bastante depois

A hidratação também é importante depois que você já descoloriu e tonalizou o cabelo para manter esse fio inteiro e melhorar a sensação do toque, pois estará com sensação de "cabelo áspero". "Quanto maior for o clareamento, mais cuidados devemos ter, pois quanto mais tempo a química fica em contato com cabelo maior pode ser o dano", finalza o especialista.

Seja para platinar ou aderir à moda do cabelo cinza , a recomendação é sempre procurar um profissional e não tentar fazer isso sozinha em casa. É ele quem vai saber o que é melhor para o seu tipo de fio, assim como a tonalidade que mais combina com você.