Tamanho do texto

A blogueira Jessie B diz usar o azeite de oliva antes de passar a lâmina para evitar cortes e alergias; ginecologista diz que método faz sentido e explica

Para quem quer saber como depilar a virilha, existem diversas opções: com cera, gilete, laser, entre outros. Mas uma blogueira decidiu sugerir um método inusitado. Ela diz usar azeite de oliva no lugar de cremes ou géis depilatórios para depilar toda sua região íntima com gilete.

Leia também: Depilação: conheça 7 tipos diferentes de cera e seus benefícios para a pele

Como depilar a virilha? A blogueira Jessie B recomenda usar azeite de oliva e ginecologista diz que faz sentido
shutterstock
Como depilar a virilha? A blogueira Jessie B recomenda usar azeite de oliva e ginecologista diz que faz sentido


Segundo a blogueira Jessie B, após ser perguntada sobre como depilar a virilha , o ideal é usar azeite de oliva para combater alergias, irritações e cortes que podem ser provocados pela depilação com gilete.

“Eu tenho usado azeite para depilar minha região íntima nos últimos anos. Sim, me refiro àquele que você usa na cozinha, e é incrível. Só um pouquinho basta. O que eu faço é colocar um pouco do azeite nas mãos e depois passo nos pelos que quero remover, até que eles estejam completamente recobertos. Deixo por um ou dois minutos para que os pelos amoleçam e hidrate a área, então depilo”, revela.

Leia também: Depilação íntima total (total mesmo!): especialistas tiram dúvidas

Como depilar a virilha com azeite? Jessie ensina e especialista explica lógica

No vídeo, Jessie detalha seu passo a passo na depilação . Primeiro, ela sugere aparar os pelos. Então, recomenda tomar um banho com água quente para abrir os poros. Saindo do banho, é só passar o azeite de oliva e usar uma gilete masculina de barbear, “porque a lâmina faz toda a diferença. Procure giletes com mais de três lâminas, idealmente quatro ou cinco”, e se depilar com calma e na direção do crescimento dos pelos.

Com a depilação finalizada, ela recomenda limpar bem, porém delicadamente, a área, usando água fria para fechar os poros. “Depois use calcinhas feitas inteiramente de algodão para deixar a área respirar e prevenir pelos encravados”.

A sugestão de Jessie pode parecer maluquice, mas a ginecologista e obstetra Renata de Camargo Menezes afirma que faz sentido. “A lâmina precisa deslizar suavemente pela pele, então é sempre necessário um creme, um gel, sabonete, que façam esse papel para não formar microfissuras, cortes, nem pelos encravados. E o azeite exerce essa função”, afirma.

Mais do que isso, Renata diz que a escolha do azeite é até inteligente, pois, além de tudo, ele é hidratante, não tem cheiro e é hipoalergênico. “O azeite de oliva de qualidade, resultado da prensa da azeitona, não leva nenhum aditivo químico, não tem substâncias que poderiam causar alergia, diferentemente de um gel ou creme depilatório que contém álcool, corantes, parabenos, entre outros compostos que podem provocar dermatites”.

Ela afirma que não existem contraindicações para o uso do azeite, que pode ser aplicado em qualquer lugar do corpo. A médica,porém, alerta para a depilação íntima: “recomendamos seguir só a linha do biquíni porque os pelos são uma camada de proteção do corpo, tirá-los completamente pode provocar infecções e proliferação de bactérias”.

Leia também: Jovem decide parar com a depilação e chama atenção pela autoconfiança

Sabendo disso então, da próxima vez em que você se perguntar sobre como depilar a virilha ou qualquer outra parte do corpo, por que não tentar usar um pouco de azeite de oliva?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.