Tamanho do texto

Simone Taylor, que decidiu deixar as "garras" crescerem em 2014, posta fotos das unhas em seu Instagram, onde já tem mais de 12,3 mil seguidores

Entre as famosas, não é nada difícil encontrar quem ostente unhas imensas, decoradas e até ameaçadoramente pontiagudas. Muitas vezes, esse resultado não é alcançado naturalmente e é necessário realizar procedimentos que “alongam” cada unha artificialmente, mas, no caso desta adolescente, o processo ocorre naturalmente desde que ela parou de cortá-las – há quatro anos. 

Leia também: Tirar a cutícula ou não? Saiba como fazer a manicure sem remover a pele

Sem cortar as unhas há quatro anos, Simone Taylor já tem mais de 12,3 mil seguidores no Instagram
Reprodução/Instagram @simone_christina_
Sem cortar as unhas há quatro anos, Simone Taylor já tem mais de 12,3 mil seguidores no Instagram

Simone Taylor, de 16 anos, não corta as unhas desde 2014, e vem documentando tanto o processo quanto as manicures bem rebuscadas no Instagram durante os últimos quatro anos. Hoje, a jovem já tem mais de 12,3 mil seguidores na rede social e unhas que têm quase o mesmo tamanho que as palmas de suas mãos.

De acordo com informações do veículo britânico “The Sun”, ela nunca teve a intenção de chegar aonde chegou. Segundo a adolescente, a obsessão começou quando após ela assistir a alguns tutoriais de manicure na internet e decidiu se inspirar nessas youtubers. “Durante o primeiro ano, eu sempre pensava comigo mesma: ‘Vou cortar amanhã’, mas nunca o fiz”, explica.

Como lidar com unhas imensas?

As dificuldades de viver com unhas tão compridas começa na hora de cuidar delas para que não quebrem. Conforme conta a moça ao veículo, ela leva uma hora e meia para remover o esmalte e mais três horas para pintar as “garras” – processo que inclui duas camadas de base além do esmalte. Para deixá-las resistentes, Simone usa produtos próprios para fortalecê-las e passa óleo nas cutículas sempre que vai fazer a manicure.

Leia também: Cinco tendências de sobrancelhas ousadas que fazem sucesso na web

As dificuldades, porém, não param por aí. Quando cresce, a unha começa a ficar cada vez mais curvada, o que cria obstáculos na hora de realizar tarefas simples, já que as pontas dos dedos ficam praticamente inutilizadas. Na hora de usar o computador, por exemplo, ela conta que se acostumou a usar os nós dos dedos para digitar no teclado.

Na hora de se arrumar, as coisas também ficam mais complicadas para Simone. “Tomar banho é um pouco difícil. Às vezes, minhas unhas ficam presas nos meus cabelos, então preciso ter muito cuidado. Também preciso ser cuidadosa ao me vestir. Por mais que elas não se quebrem, machuca muito quando elas ficam presas em roupas, então preciso fazer tudo bem devagar. Abotoar uma camisa pode levar eras”, explica Simone. 

Leia também: Manicure com temática de vagina vira tendência e nós não sabemos lidar

Ainda que a perseverança de Simone tenha muitos admiradores que comentam elogios em todas as fotos que ela posta, o visual das “garras” sem o esmalte causa arrepios em algumas pessoas – já que, com o tempo, a parte branca delas fica amarela. Sobre a higiene das unhas , Simone jura que toma todos os cuidados para limpá-las diariamente com cotonetes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.