Tamanho do texto

Cansou de ser morena e decidiu apostar nos fios loiros para compor o visual? Especialistas dão dicas para você mudar e ter cabelos fortes e saudáveis

Os cabelos loiros ganham novos ares a cada estação ou lançamento de novas tendêndias - ora o totalmente platinado está em alta, ora é indicado investir em algo mais natural - mas eles nunca saem de moda. Também estão presentes no visual de diversas famosas. Paolla Oliveira está loira desde a novela "A Força do Querer", Sophie Charlotte desfila platinada  desde o ano passado e, agora, Fernanda Paes Leme , em parceria com uma marca de tinturas e produtos para os cabelos, deixou o time das morenas e entrou para o elenco das loiras. 

Leia também: Aprenda como fazer luzes platinadas nos cabelos sem sair de casa

Fernanda Paes Leme com os fios mais naturais durante o carnaval e depois de adotar o cabelo loiro
Reprodução/Instagram/@fepaesleme
Fernanda Paes Leme com os fios mais naturais durante o carnaval e depois de adotar o cabelo loiro


E você, cansou de ser morena e também quer descolorir os cabelos ? Conversamos com especialistas que dão dicas para mudar a cor e cuidar dos cabelos loiros . Pronta para a transformação? 

Primeiros passos para ficar loira

Ao mudar a cor dos cabelos você deve considerar alguns pontos. "Quando uma mulher decide mudar o visual deve primeiramente levar em conta seu estilo de vida e sua personalidade. Isso é fundamental para definir o tipo de Iluminação e tom que será adequado para sua rotina. A profundidade de tons diferentes no cabelo remete a sensação de um estilo mais despojado e moderno", afirma a colorista, Jessica Thomazine, do Renoir Cabelo e Arte. 

A condição do fio também deve ser avaliada antes da coloração. O cabelo precisa estar saudável e, para ter certeza disso, o profissional deve fazer um teste na haste capilar. Segundo a médica dermatologista e tricologista (especialista em cabelos) Alessandra Juliano, da Aepit, isso vai assegurar que não aconteça nenhuma ruptura no fio durante o processo. 

A hairstylist Vera Mosconi alerta para outro ponto importante: a hidratação. "A descoloração retira nutrientes, por isso é super importante que o cabelo esteja devidamente nutrido antes de passar por esse procedimento", comenta. Se os fios estiverem hidratados e nutridos, não há problema algum. Caso contrário, há um grande risco de acabar com o temido "efeito palha". 

Também é preciso saber que será preciso paciência para passar de morena a loira sem danificar os fios. "O loiro é construído aos poucos, então o ideal na primeira vez é escolher loiros intermediários ao invés dos claríssimos para ver como o cabelo vai respondendo. Optar por tons que combinem com a cor natural dos fios também é fundamental para que o efeito fique mais natural", indica a hairstylist Vera Mosconi, do HBD Spa.

Leia também: Você precisa dessas 9 dicas para manter o cabelo loiro deslumbrante

É o momento de descolorir

Chegou o dia da mudança e também há alguns passos que devem ser seguidos nesse momento para garantir um melhor resultado e um cabelo saudável ao final do processo. Alessandra indica não lavar os fio por 24 horas. Ela explica que o próprio sebo produzido pelo couro cabeludo funciona como uma barreira em relação aos produtos e protege "o estresse oxidativo da raiz capilar". 

Vera complementa e lembra que essa prática também ajuda aqueles que têm mais sensibilidade no couro cabeludo, mas ela afirma que isso não é uma regra. "Quem nunca sentiu nenhum tipo de irritação ou teve vermelhidão no couro cabeludo pode pintar no mesmo dia que lavar sem medo". 

Com o cabelo preparado, as especialistas falam que é indicado fazer um teste de mecha. Para isso, é separada uma pequena quantidade de fios que irá receber a nova cor. Com isso, é possível saber como o cabelo vai reagir aos produtos. Ele se torna ainda mais necessário em casos de fios que já passaram por químicas e, portanto, são mais fragilizados que os virgens. Além disso, o teste indicará se a pessoa tem alguma reação alérgica a algum produto que faça parte do processo de descoloração. 

@agenciabrazilnews 😍😍😍#cafedelamusiqueguaruja

A post shared by Claudia Leitte (@claudialeitte) on


Tudo certo, é a hora de mudar a cor . O tempo para o procedimento varia de acordo com o tom original do cabelo e textura dele. É fundamental que o profissional fique atento aos fios e respeite o tempo de ação da química. 

Feita a coloração, é preciso, como lembra a tricologista Alessandra Juliano, lavar bem os novos cabelos loiros. Todo o excesso de química deve ser removido e, para isso, a indicação é passar e enxaguar ao menos duas vezes xampu no couro cabeludo. 

Loiro do momento

Paolla Oliveira representa o time das famosas de cabelos loiros
Reprodução/Instagram/@paollaoliveirareal
Paolla Oliveira representa o time das famosas de cabelos loiros

Segundo Vera, um tipo de loiro que está em alta é o esfumado , também conhecido como "shadow root hair", como o usado por Paolla Oliveira para dar vida a Jeiza. A ideia é deixar a raíz mais escura e ir clareando gradativamente. Dá para notar isso também nos fios de Fernanda Paes Leme. 

Além disso, essa coloração traz um ar mais natural ao visual, já que a raíz continuará combinando com a cor de sobrancelhas e cílios. 

Outra vantagem dessa técnica, como explica a profissional, é que ela dura bem mais que uma versão totalmente platinada. "Dá para retocar de 6 em 6 meses. A raiz do cabelo não fica com aspecto de 'por fazer' porque os fios vão clareando aos poucos". 

E depois da coloração, o que devo fazer?

Os cabelos loiros pedem alguns cuidados especiais. "Para chegar a essa cor, o cabelo perde nutrientes, então é importante restaurar os fios e fazer a hidratação depois da química", ressalta Vera. 

A colorista Jéssica Thomazine dá mais detalhes do que você pode fazer.

  • caso o cabelo fique seco,  é necessário  hidratar,  com intuito de repor a água perdida dos fios e os aminoácidos, que são responsáveis pela saúde do cabelo; 
  • caso o cabelo fique sem vida e sem movimento,  o tratamento ideal são as máscaras de nutrição, que geralmente possuem vitaminas e umectantes, proporcionam maciez e brilho;
  • caso o cabelo fique elástico,  será necessário reposição de massa. O fio precisará passar por uma reconstrução, com a  finalidade de devolver a ele a queratina e as proteínas perdidas no processo químico, deixando os cabelos mais fortes e encorpados

Leia também: Hidratação: quando e como cuidar dos fios ressecados

Jéssica ainda lembra que você não deve abrir mão de produtos do tipo leave-in, que ajudam a desembaraçar e a selar as cutículas dos fios, além de promover a proteção contra altas temperaturas como do secador e da chapinha. 

Cansei de ser loira, e agora?

Geralmente é mais simples escurecer o cabelo que clareá-lo. "Voltar a ser morena é mais fácil porque colocar pigmento é mais simples do que retirar. Mesmo assim é fundamental procurar um profissional para escolher a cor certa. O tom mais escuro precisa estar adequado para que o cabelo não fique manchado e se alcance a cor desejada. Com a cor certa, é pintar para ter de volta os fios mais escuros", explica Vera. 

E com cabelos loiros ou morenos, naturais ou com química, lembre-se sempre da hidratação e de não deixar resíduos de xampu ou condicionador nos fios para garantir que eles fiquem saudáveis e sedosos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.