Tamanho do texto

Dermatologistas falam se existe um mapa que determina o aparecimento da acne. Veja os detalhes e entenda melhor como se comporta sua pele

Você provavelmente já ouviu falar em "mapa das espinhas". Não? A expressão que circula na internet explica a causa de cada espinha aparecer em determinada região do corpo. Por exemplo, o mapa teoricamente explica que a acne que aparece na testa seria consequência de um problema digestivo. 

Existem diversos tipos de espinhas e o tratamento para cada uma delas é diferente
Thinkstock
Existem diversos tipos de espinhas e o tratamento para cada uma delas é diferente


Mapa das espinhas: verdade ou mito?

A dermatologista Marcia Linhares explica que não existe uma regra para o aparecimento da acne. "O que se sabe é que as regiões mais oleosas da face são conhecidas como zona T (testa, nariz e queixo) e, consequentemente, são as zonas frequentemente acometidas pela acne". 

Leia também:  Livre-se das marcas no rosto

No entanto, a fama em torno do tal mapa das espinhas tem uma explicação, segundo a dermatologista Livia Pino. "Esse mapa das espinhas está relacionado com a medicina oriental. Na medicina ocidental não temos nenhuma comprovação desta relação".

Apesar disso, ela afirma que o aparecimento de acne em alguns lugares do rosto podem sugerir algumas causas.

Espinhas na testa ou próximo ao couro cabeludo

- podem significar oleosidade ou uso de algum cosmético capilar que esteja causando a acne.

Acne ao redor da boca

- pode ser irritação por alguns ativos da pasta de dente, por exemplo. Acne na parte de baixo do rosto algumas vezes pode estar relacionada com algum distúrbio hormonal.

Leia também:  Aprenda a tratar da oleosidade da pele, espinhas e cravos

Tipos de acnes

Existem muitos tipos de acnes causados por diferentes motivos. "A mais comum é a acne “vulgar”, porém, existem várias outras formas, como a causada por cosméticos que entopem os poros;  por calor excessivo e aumento da secreção de sebo; por medicamentos e/ou drogas; acne da mulher adulta, frequentemente associada a distúrbios hormonais; acne ocupacional, e até acne no recém nascido", explica Marcia Linhares.

Acne Ocupacional

Se você trabalha com substâncias como petróleo e seus derivados, certos produtos de alcatrão de hulha e compostos aromáticos halogenados como bifenil policlorado, a acumulação da substância oleosa e a queratina formada obstruem os poros causam espinhas.

Não existe uma regra para o aparecimento de uma acne
Getty Images
Não existe uma regra para o aparecimento de uma acne


Leia também: 5 problemas de saúde associados às espinhas em adultas 

Acne na idade adulta

Em sua maioria, as acnes aparecem nos adolescentes e adultos jovens. As especialistas contam que as espinhas na idade adulta podem estar relacionadas a problemas hormonais. "Existem também estudos que mostram que a região do queixo e mandíbula são áreas mais frequentes na acne da mulher adulta (acima dos 25 anos) e, nesse caso, muitas vezes pode indicar distúrbios hormonais, como a síndrome dos ovários policísticos", conta Marcia.

Mesmo assim, as duas profissionais concordam que outros motivos podem ser associados ao aparecimento de acnes na idade adulta. "O uso de cosméticos e maquiagens inadequadas também estão entre as causas", explica Livia. 

Tratamentos 

Segundo Livia Pino, o tratamento para cada tipo de acne é diferente. "Sabonetes com ácido salicílico, derivados de ácido retinóico, peroxidação de benzoil , ácido azelaico, antibióticos tópicos e orais, zinco e roacutan estão entre os diversos tratamentos medicamentosos". Ainda de acordo com a especialista, peelings também podem ser usados, assim como alguns tipos de luz pulsada e led. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.