Tamanho do texto

Glitter gruda e é difícil tirar, mas existem alguns truques praticamente infalíveis; a dermatologista Livia Pino dá as dicas

Você já está de volta à rotina de estudos e trabalho, mas o carnaval insiste em não sair de você? Muito glitter ainda está colado pelo seu corpo após banhos e esfregões? Então, depois de várias tentativas decide sair na rua assim mesmo e percebe que algumas pessoas estão te encarando. Nesta quarta-feira de cinzas já foi, mas, para evitar que isso aconteça durante o resto da semana, pegamos algumas dicas com a dermatologista Livia Pino. 

via GIPHY

"Para tirar o glitter do corpo tem ter muita paciência e cuidado. Demora um pouco e se a retirada for feita de forma equivocada, ou seja, esfregando, machuca a pele e pode até fazer leves cortes", explica Livia. 

A forma mais adequada é usar demaquilante bifásico, aquele que, como o nome sugere, possui duas fases, uma líquida e outra oleosa. O processo não é o mesmo do feito para tirar a maquiagem, é preciso aplicar o produto em um algodão e usá-lo como compressa. A retirada deve ser feita após um minuto, de uma só vez. O mesmo algodão não pode ser usado duas vezes. 

A região dos olhos é a mais delicada, cuidado ao retirar o glitter
Reprodução
A região dos olhos é a mais delicada, cuidado ao retirar o glitter

Outra opção é usar fita-crepe, micropore ou esparadrapo e ir colando e puxando, os brilhos sairão colados na fita. Mas é preciso tomar muito cuidado para não machucar áreas mais sensíveis. Usar óleo no corpo também é uma saída. De maneira nenhuma jogue água e esfregue a região com glitter, ele vai grudar ainda mais.

Agora só falta descobrir como tirar da cama, do sofá, do banheiro, da lavanderia e até do pobre coitado do cachorro que não conseguiu escapar do glitter, já que nada escapa dele. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.