Maitê, Anni e Lara foram as finalistas do concurso da vagina mais bonita do Brasil
Reprodução/redes sociais
Maitê, Anni e Lara foram as finalistas do concurso da vagina mais bonita do Brasil

A carioca Maitê ganhou o concurso de mulher com a vagina mais bonita do Brasil. O resultado foi divulgado domingo (28/11). O concurso foi criado pela catarinense Ana Otani, de Balneário Camboriú. A ganhadora entrou no concurso nos últimos minutos, depois da desistência de outra candidata. Ela recebeu 59,3% dos votos do público. Quem decidiu as finalistas foram os assinantes de Ana Otani.

As 16 candidatas foram divulgadas nas redes sociais da Ana (Instagram e Youtube), mas a escolha foi feita pelos assinantes - eles entravam na plataforma e votavam. Todo dia uma candidata era eliminada, até chegarem as três últimas candidatas, que receberam votos até às 20h de domingo. Maitê ficou em primeiro lugar com 59,3% dos votos, Anni em segundo lugar com 28,8% dos votos e Lara em terceiro lugar com 11,9% dos votos.

Nas redes sociais, Maitê comemorou a vitória no concurso e agradeceu aos seguidores. Ao ND+, a modelo comentou que “Foi uma felicidade enorme, apesar de todas as gurias que estavam na disputa serem lindas, poder ganhar esse concurso e saber da repercussão que o mesmo está tendo e como vai me ajudar no meu trabalho é uma satisfação enorme”.

A modelo já conhecia o trabalho de Ana e decidiu participar do concurso. “Por conhecer a Ana e saber o tamanho dela no mercado de quem produz conteúdo sensual, por ela ser famosa eu vi uma ótima oportunidade de mostrar meu trabalho e crescer principalmente nas redes sociais com a repercussão do concurso, pois todo projeto da Ana explode”, reforçou Maitê.

Leia Também

O concurso

Todos os dias os assinantes recebiam uma foto diferente da vagina da candidata, sem revelar de quem era a parte íntima, os candidatos só analisavam a foto da vagina, até que a vencedora fosse revelada.

Leia Também

Ana detalhou as regras da competição. “A primeira etapa foi a seleção. Recebi muitas fotos das ‘pepecas’ e de todos os ângulos. Coloquei no meu perfil de conteúdo adulto e os assinantes escolheram as primeiras 16. Eu faço a pose, os closes e os ângulos diferentes , elas reproduzem direitinho e começa a votação. A cada fase, três são eliminadas”, explica ela.

Para ter acesso ao concurso, os assinantes pagam uma taxa mensal de R $69. Segundo Otani, no Instagram é possível ver o rosto e saber até algumas curiosidades sobre as candidatas.

Entenda a criação do concurso


A influenciadora digital Ana Otani, que vive em Balneário Camboriú, já escreveu contos eróticos e tentou leiloar a própria ‘virgindade’ por R$ 800 mil após se submeter a uma ninfoplastia, cirurgia na região da vacina. Segundo ela, os concursos de beleza no Brasil estão prestes a ganhar contornos mais ousados. Por isso, ela lançou um concurso para a dona da vagina mais bonita do Brasil, que tinha como prêmio R$ 5 mil.

“Tenho um perfil de conteúdo adulto há dois anos com fotos e vídeos sensuais e já estava ficando monótono só comigo e minhas alunas. A intenção foi dar uma esquentada na produção colocando outras ‘pepecas’ porque os assinantes já estavam cansados de ver a minha. Fiquei surpresa com a procura, ainda mais que o prêmio não é tão alto assim e já tem uma lista com nomes esperando para o próximo concurso”, contou ela à coluna da Fábia Oliveira, do Portal Em Off.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários